13 Ferramentas De SEO Que Vão Elevar O Google Ranking Do Seu Site

Está buscando ferramentas de SEO que podem aumentar drasticamente o Google Ranking e o tráfego do seu site? Se sim, veio ao lugar certo.

Além de revisar os conceitos de SEO e algumas das práticas mais básicas, iremos abordar também aquelas ferramentas que acreditamos mais ter o potencial de melhorar um site que está para nascer, ou que ainda está nos primeiros anos de vida.

Neste ponto, ainda é difícil gerar tráfego orgânico para o site porque as práticas de marketing de conteúdo ainda não estão estruturadas, mas mesmo com pouco conteúdo já é possível chamar a atenção das ferramentas de pesquisa. 

Sendo assim, você deve conhecer as 13 ferramentas de SEO que separamos. 

Bora começar?

 

O que é SEO?

Resumidamente, SEO são técnicas e práticas para que as ferramentas de buscas entendam quais são os “assuntos foco” de cada página de um site.

Além de compreender o assunto, essas ferramentas também julgam a qualidade do conteúdo da página, para então classificá-las entre 1º lugar (a melhor página sobre determinado assunto) até o infinito.

Ferramentas de busca são algoritmos usados por plataformas que te permitem encontrar muito conteúdo, como o buscador do Google, o YouTube, entre outros.

Assim, para que uma empresa tenha a possibilidade de aparecer nas primeiras posições quando um usuário do Google, por exemplo, busca por um assunto relacionado ao nicho dessa empresa, é preciso ter ótimas práticas e estratégias de SEO.

 

O que é SEO On-Page?

A principal forma de fazer é SEO é o SEO On-Page. Com alguma experiência e o auxílio de ferramentas de SEO, deixar suas páginas otimizadas em um nível básico não é difícil.

Basicamente existem vários fatores que irão deixar seu site otimizado para as ferramentas de busca, e vamos abordá-los muito em breve nos tópicos abaixo. Já aqui, vamos te ensinar quais os aspectos de SEO fazem parte do SEO On-Page e dar algumas dicas de como fazê-lo.

 

Palavras-chave

google ranking tracker

O aspecto mais básico do SEO On-Page são as palavras-chave. Basicamente, quando você cria uma página para o seu site, você deve escolher qual será o assunto foco dela desde o início. Com isso em mente, você deve desenvolvê-la aos poucos.

Vamos pensar: digamos que tenho um e-commerce de eletrodomésticos e estou criando a página inicial do meu site. Pensando que este é o foco da minha loja, qual será que deveria ser a palavra-chave que eu deveria usar para classificar a homepage do meu site?

Se eu utilizar apenas “e-commerce”, além de incompleta, a minha palavra-chave me fará competir contra todos os outros e-commerces da internet. Não foi uma boa ideia, né?

Já para “eletrodomésticos”, os resultados podem ser bons. Isso porque normalmente quando as pessoas buscam por “eletrodomésticos” no Google elas não querem uma lista dos eletrodomésticos existentes; elas querem é comprar! 

Então essa palavra-chave tem potencial sim. No entanto, eu diria que “e-commerce eletrodomésticos” ou “eletrodomésticos e-commerce” são as melhores alternativas, porque 99,9% das pessoas que buscarem este termo estarão buscando realizar compras nesse nicho.

Sendo assim, os principais aspectos de uma palavra-chave é entender se ela é relevante para o seu conteúdo (se ela descreve bem o que a página está oferecendo) e a intenção de busca do usuário que faz a pesquisa.

Outros aspectos de alta importância são o Volume de Buscas de uma palavra-chave (quantos clientes estão procurando por esse assunto no Google mensalmente) e Concorrência (volume de sites tentando se rankear para uma mesma palavra-chave).

Conteúdo

google ranking website

Se tem o nicho da sua marca definido, fica fácil encontrar palavras-chave para classificar as páginas do seu site. No entanto, se você não usar estas palavras-chave no conteúdo do seu site, o Google entenderá que seu conteúdo não é relevante.

Logo, usar a sua palavra-chave nas páginas que tem tal palavra-chave como a “escolha foco” é crucial. Pense em uso mínimo de 3 vezes, e conforme a extensão do seu conteúdo for crescendo, tente utilizar sua palavra-chave 1 vez a cada 250/300 palavras.

Não exagere também! O uso forçado de palavras-chave é facilmente detectado pelo Google, especialmente quando o volume está alto demais. Você terá punições se usar sua palavra-chave sem muito critério (aleatoriamente).

Sendo assim, podemos dizer que o sucesso de um conteúdo está na sua relevância e na naturalidade com que você utiliza sua palavra-chave. Não adicione termos e parágrafos em seu conteúdo que sejam apenas “blablabla”. Principalmente nas páginas principais do site, é preciso ter foco e ser objetivo.

Por fim, o volume de palavras do seu conteúdo também é uma métrica importante. Quanto mais disputadas forem suas palavras-chave, maior deverá ser seu conteúdo. Nestes casos, mesmo que você venha a criar conteúdo relevante, se seu conteúdo for curto, não é suficiente.

Por isso é tão importante que você escolha um nicho com o qual se identifica enquanto consumidor: para que você tenha vontade de se especializar, ir atrás de informação e saber como aumentar seu conteúdo de forma relevante.

 

Snippets

Este é um aspecto mais técnico do SEO. Além das palavras-chave, quando você cria uma página em seu site, é necessário criar um Título SEO, o Complemento de Domínio (Slug) e a Meta Descrição para ela. Do contrário, sua página não aparecerá, de jeito algum, nos resultados de buscas do Google.

Os Snippets são essa tríade: título SEO, Slug e Meta Descrição. Para criar bons snippets, você deve:

  • Utilizar sua palavra-chave em cada um dos elementos dos snippets;
  • Respeitar o tamanho limite de cada elemento (80 caracteres para o título, 160 para a meta descrição e a slug pode ser a própria palavra-chave. No máximo, adicionar duas palavras além da palavra-chave)

Através dos snippets, tanto o Google quanto os usuários conseguem entender claramente o conteúdo das suas páginas antes mesmo de acessá-las.

 

Links

o que e seo

Suas páginas não devem ser um beco sem saída! O Google valoriza aquelas páginas que mandam as pessoas a algum lugar, desde que esse lugar seja relevante ao assunto principal. 

Temos principalmente dois tipos de link: os internos e os externos.

Os internos são os principais, pois é através deles que seu site irá construir sua autoridade. Quando você oferece vários links relevantes para seu leitor, quer dizer que o seu site contém muito conteúdo, a ponto do seu cliente nem precisar sair dele para encontrar tudo o que precisa. 

Por isso, se conseguir construir uma rede de links em seu site, com certeza ranqueará bem.

Pense no Wikipédia: busque “história do Brasil wikipédia”, então acesse o principal resultado dessa pesquisa e analise a página: você encontrará mais de 30 links internos na mesma página.

No final da página, ainda encontrará comprovações científicas, históricas ou sociais de que muitas das informações que você leu no conteúdo são verdadeiras. Ou seja, o wikipédia ainda te oferece links externos de qualidade. 

Se inspire nesse site maravilhoso, pois não é atoa que ele está no Top #10 sites mais acessados no Brasil. Tente construir em seu site uma verdadeira enciclopédia do seu nicho.

 

Conteúdo Alternativo

Suas páginas não podem ter só texto! Isso é péssimo para o público, que, ao ter contato com o corpo da sua página, se sentirá desencorajado a tentar explorar o que você tem a oferecer.

Use vídeos, imagens, botões, htmls, traga postagens de redes sociais, áudio-transcrições, etc.

Além de tudo, é crucial que seus textos não fiquem juntos. Organize suas ideias e as divida em títulos. Depois, descreva aquilo que você julga ser relevante para os títulos criados em textos com letras menores.

Ao fazer isso, tanto seus clientes quanto o Google se sentirão encorajados a ir além e avaliar seu conteúdo de verdade. Já se eles pararem a análise na estrutura do seu site…

 

O que é SEO Off-Page?

SEO On-Page

Nem tudo o que afeta a otimização do seu site acontece dentro do seu site, sabia?

Um dos critérios de rankeamento do Google é a autoridade do seu domínio. Em outras palavras, a relevância da sua marca para o seu nicho e o quão único e conhecido o nome dela é.

Por isso, cada aspecto que envolve o nome da sua marca na internet tem importância, principalmente se os tópicos em que sua marca estiver envolvida tiverem relevância.

Na prática, podemos destacar algumas práticas de SEO Off-Page que são cruciais para você ranquear bem:

 

Backlinks

seo

Lembra que falamos sobre os 2 tipos de links no SEO On-Page? Os externos e os internos.

Falamos que os internos eram os mais importantes para um site; porém, os links externos têm uma grande importância também: ao indicar outro serviço/marca, você está demonstrando ao leitor a sua confiança neste outro site para solucionar um problema/dúvida que seu leitor tem. Ou seja, você reconhece a qualidade de uma outra marca.

Se ser humilde e indicar outro site já é bom para você, imagine o quão bom isso é para a outra marca!

Quando uma marca recebe uma indicação através de um link, ela está recebendo um backlink. Quanto mais backlinks ela receber, de diferentes fontes, mais pessoas estão acreditando na qualidade dos serviços dessa marca. Ou seja, mais autoridade ela tem.

Na prática, melhores resultados nas ferramentas de busca ela terá.

 

Mídias Sociais

seo o que significado

Não somente as redes sociais, ok? YouTube, WhatsApp, Telegram, Discord, entre tantas outras plataformas, tudo conta!

Se suas páginas e perfis tem muitos seguidores e volta e meia criam backlinks para seu site, quer dizer que as pessoas estão gostando do que você faz, e seus resultados de SEO melhoram.

 

Métricas do Site

seo on page

Seu tempo de retenção é bom? Seus clientes acessam e ficam no seu site?

Quando uma pessoa clica em um anúncio seu, ela vira seu cliente? Ou melhor: quantos cliques você precisa para converter uma venda?

As métricas do seu site também mostram ao Google como está a experiência do usuário que te visita. Se suas métricas forem boas com os clientes, você tem um boost no seu ranqueamento!

 

Fatores de Rankeamento do Google

Rankeamento do Google

Finalmente vamos falar dele! 

SEO é um assunto infinito, e ainda nem chegamos nas ferramentas de SEO… mas vamos! Segue com a gente!

Bom… Lembra do que mencionamos antes? As ferramentas de buscas classificam as páginas entre “melhores” e “piores”, e dão números a elas. É assim que nasce a ordem pela qual o Google indica as páginas quando você faz uma pesquisa qualquer.

Dessa forma, é muito lógico pensarmos que o primeiro resultado é sempre o melhor de todos. Afinal, o Google já analisou esse site e está me dizendo que ele é o melhor!

Devido a isso, a primeira página de resultados de pesquisas do Google detém cerca de 90% dos acessos. “Quer esconder um corpo, mas não sabe onde? Jogue-o na segunda página do Google”.

Para um empresário digital, é crucial entender pelo menos os principais fatores de rankeamento do Google. Mesmo que você não seja responsável por esta parte diretamente, você precisa saber julgar se as práticas da sua equipe fazem sentido e cobrar que as técnicas corretas estejam sendo postas em prática.

Por isso, vamos abordar a seguir apenas os principais fatores de rankeamento do Google. Afinal, ao todo, são mais de 100.

 

Domínio do Site

Site seo

Tem vários aspectos do seu domínio que são relevantes: o country code é um deles. Sabe a finalização “.com.br”? Ela é muito importante para seu site.

“.com”, “.net” são outras finalizações interessantes, mas o ideal é conseguir a .br para garantir máxima autoridade.

Além disso, sua palavra-chave é bem-vinda em seu domínio, mas somente se ela fizer parte do nome da sua empresa. 

Se já tiver criado o nome da sua marca e sua palavra-chave não estiver nele, não tem problema: você não será punido por isso. Apenas deixou de ganhar um “bônus de rankeamento”, digamos assim. Mas pense nos grandes nomes por aí: McDonalds, Renner, Shell V Power, Nissan, etc. Marcas com o nicho no nome são minoria.

O que mais importa para seu domínio é que ele seja único e restrito ao nome da sua marca + “.com.br”. Se conseguir deixá-lo objetivo assim, seus clientes o lembrarão mais facilmente e se sentirão mais seguros ao acessá-lo.

Por fim, tenha certeza de que, ao adquirir um plano de hospedagem para seu site, ele oferece um certificado SSL. Navegação HTTPS e cadeadinho indicando a segurança são cruciais, principalmente se seu site é um e-commerce.

 

Velocidade de Carregamento Das Páginas

Carregamento Das Páginas

Se suas páginas demoram para carregar, pode ser problemas de cachê ou programação. De qualquer forma, isso é horrível para seu cliente, que tem que esperar muito tempo para acessar o seu conteúdo. 

Além disso, imagens mal otimizadas também podem causar lentidão nas suas páginas. Garanta que elas estão todas em JPEG, com boa resolução e menor tamanho o possível.

 

Otimização Para Aparelhos Móveis

Às vezes seu site funciona perfeitamente em um desktop/notebook, mas não em smartphones e tablets. Isso é péssimo para seu ranqueamento!

O Google sabe que mais de 80% dos clientes de e-commerces fazem compras por dispositivos móveis hoje em dia. Portanto, se seu site não for mobile-friendly, você terá problemas.

Garanta que os templates das suas páginas tenham otimização para aparelhos móveis!

 

Páginas Limpas

Não coloque elementos sobre outros elementos em seu site! Isso é péssimo para seu ranqueamento. 

Também, ao colocar anúncios, certifique-se de que eles não sobrepõem seu conteúdo.

 

Links Funcionais

Nada de broken links! Garanta que todos os links, internos e externos, estejam funcionando perfeitamente.

 

Erros Nos Códigos

Erros Nos Códigos

São infinitos os bugs, lentidões e outros sintomas que os erros de códigos como HTML e JavaScript podem causar em seu site. Às vezes, inclusive, parece algo pequeno porque o impacto visual do erro é ameno, mas, na verdade, o problema é gigantesco.

Se você não é programador, saiba que em algum ponto precisará contar com um profissional dessa área para te ajudar em seu site!

 

Categorias

Os gerenciadores de conteúdo de sites, como o WordPress, te permitem associar pelo menos uma categoria com cada uma de suas páginas. 

Essas categorias servem para indicar o “nicho” das suas páginas. Digamos que você tem um e-commerce de eletrodomésticos e está vendendo microondas e ventiladores. Você pode classificar suas páginas dos mais diversos microondas em “cozinha” ou “itens de cozinha”, e no ventilador “verão” ou “itens para o verão”, por exemplo.

Sempre utilize categorias relevantes e evite deixar uma categoria com somente um produto. Se você não tiver mais de um produto para a mesma categoria, veja se o item desta categoria em questão também está classificado em uma outra. Se estiver, vale a pena tirá-lo e largar esta categoria de mão até que tenha mais produtos deste subnicho.

 

Snippets Otimizados

Já mencionamos os snippets anteriormente. Volto a comentá-los para que você tenha em mente que eles são um dos principais fatores de rankeamento!

SEO Title, Slug e Meta Description: inclua suas palavras-chave em todos e respeite o espaço de caracteres de cada um.

 

Ferramentas de SEO

Finalmente é chegada a hora: falaremos das principais ferramentas de SEO para você conseguir um ótimo ranqueamento no Google para seu site.

A volta foi grande, mas não poderíamos apenas te indicar ferramentas sem que garantíssemos que você saberá como utilizá-las, além de entender o grau da sua importância.

Enfim, vamos a elas:

 

Google Keyword Planner

Uma das melhores ferramentas de SEO para te ajudar tanto na definição do seu nicho quanto para fazer SEO On-Page.

O Google Keyword Planner acessa o banco de dados do Google e detecta todas as palavras-chave pesquisadas na ferramenta. Além disso, ela te mostra o volume de pesquisas de cada palavra-chave, a concorrência e o custo das campanhas no Google Ads para cada palavra-chave.

O melhor de tudo: é tudo gratuito.

Você pode realizar uma pesquisa no Google Keyword Planner sobre os tópicos que mais gosta para ver quantas pessoas também se interessam por essa área e buscam conteúdo do tipo. Isso te ajudará a escolher em que área atuar.

Além disso, você pode criar uma planilha no Google Sheets e tomar notas de várias palavras-chave relevantes para seu negócio, conforme for realizando buscas e encontrando resultados interessantes.

Depois, pode visualizar e comparar as palavras-chave na planilha e fazer marketing de conteúdo nas redes sociais e no seu blog em cima dos termos mais relevantes.

 

Answer The Public

Esta ferramenta é excelente para quando você está iniciando um negócio!

Você já ouviu falar dos termos “long tail keyword” e “short tail keyword”? 

Long = longo; short = curto. Esses termos se referem ao tamanho das suas palavras-chave e isso interfere, e muito, nos seus resultados de SEO.

Short tail keywords costumam ser termos mais genéricos, com mais pesquisa, mais disputa e mais resultados. Apesar de te apresentarem um enorme potencial para quando seu negócio estiver bem ranqueado, a verdade é que se você está começando, seu site não terá como competir com as marcas mais bem estruturadas do mercado. Por isso, você quer utilizar long tail keywords em seus artigos.

Long tail keywords são mais específicas e precisas quanto a intenção de busca do usuário. Devido a isso, elas têm menos pesquisas mensais. Mas não importa: desde que você tenha um volume acima de 100 buscas mensais, você já pode estar trabalhando com essas palavras-chave e colhendo bons resultados. Claro que se encontrar palavras-chave longas, com mais de 1000 ou até 10000 buscas mensais, deve investir nelas.

E como a ferramenta de SEO Answer The Public se relaciona com tudo isso? Simples:

Acesse esse site e digite uma short tail keyword. Algo como “Smartphones”, “Notebooks” ou qualquer outro termo curto. 

Você terá centenas de sugestões de long tail keywords para a palavra-chave pesquisada, baseada no histórico de buscas dos principais buscadores.

Tudo de graça!

 

Yoast SEO

yoast

O Yoast SEO é um plugin de SEO para WordPress que serve para fazer literalmente tudo relacionado a SEO On-Page. Através da sua versão gratuita já é possível acessar seus principais recursos, sem um prazo para encerramento da demonstração.

Ferramentas de SEO OnPage totalmente em português são extremamente raras, e o Yoast é sem dúvidas a mais completa que está acessível em nossa língua.

Além disso seus menus são práticos e ele ajuda até mesmo a criar conteúdo, te indicando onde você poderia ter adicionado títulos novos, onde estendeu demais seus parágrafos e frases, entre outras funções.

 

Check My Links

Essa extensão do Google Chrome é muito importante para quando você estiver criando sua rede de links. Você verá em cores diferentes a “saúde” de um link, antes mesmo de clicar nele.

Se o link estiver funcionando, o verá verde ou azul. Já se o link estiver quebrado, o verá em vermelho.

Tudo isso de graça, sem abrir um app sequer. Você pode usá-lo para verificar se os links que adicionou em seus artigos ainda estão corretos depois de 1 ou 2 meses.

Principalmente em links externos, não temos como saber quando nossas indicações farão alterações em seus sites e nossos links irão quebrar.

 

Pro Rank Tracker

Através dessa ferramenta de SEO, você consegue analisar o rankeamento das suas palavras-chave no Google e também as dos seus competidores. Além disso, pode ter uma visão geral de como seu site está performando, e tudo isso através do seu navegador.

Você pode conhecer seus planos e cogitar o uso dessa ferramenta, que te permitirá saber como seus oponentes estão tentando crescer sua presença digital, além de conseguir medir o quanto você precisa melhorar suas páginas para ultrapassá-los.

 

Smush

O Smush também é um plugin para WordPress. Sua principal função é otimizar o tamanho das imagens do seu site.

Como esta função é relativamente simples, o Smush é prático de usar e opera muito rápido.

Com ele, gratuitamente, você já consegue manusear seu site para que ele fique mais rápido, principalmente nas páginas que tem mais recurso visual.

O Smush também conta com uma versão PRO, que tirará todas as limitações que a versão Free exige. 

Você poderá selecionar imagens infinitamente para que o Smush otimize seus tamanhos tudo ao mesmo tempo, terá acesso ao dobro de velocidade de operação do plugin, poderá redimensionar imagens sem que haja perda de qualidade, e muito mais!

 

Google PageSpeed

Esta ferramenta de SEO te permite medir a velocidade de carregamento das suas páginas e indicar as melhorias necessárias sem pagar nada. 

Além de medir os resultados em desktops e notebooks, o Google PageSpeed também relata as métricas do seu site quando acessado por smartphones.

Você já tem noção do quão importante é ser mobile-friendly, certo!?

 

Google Search Console

Obtenha relatórios das suas práticas de SEO On-Page para saber o que pode ser melhorado através do Google Search Console. De graça, você tem acesso às métricas de tráfego e vários insights do que pode ser feito para rankear melhor no Google.

Além disso, o Search Console ainda te indica erros de HTML do seu site e pequenas melhorias que podem ser feitas para afetar positivamente o SEO do seu site.

Por fim, o Google Search Console ainda serve para identificar invasões e riscos à segurança do seu site. Além de te avisar destes riscos, o GSC ainda te dirá como solucionar esses problemas e retomar a segurança e o controle do seu site para a maioria dos casos.

 

SEMrush

SEMrush

Aqui começam as ferramentas mais avançadas de SEO que irão exigir mais de você. 

Preciso deixar claro: você pode usar apenas as funções mais básicas delas, mas como, a partir daqui, praticamente todas as ferramentas também possuem versões pagas, que oferecem mais recursos, te encorajamos a ir a fundo em cada uma delas.

O SEMrush te permite usar praticamente todas as funções da ferramenta gratuitamente, mas por tempo limitado. Cadastre seu e-mail para ter acesso temporário, ou cogite assinar um plano premium.

Com ele, você pode:

  • Analisar sua autoridade de domínio
  • Analisar seu rankeamento perante suas palavras-chave
  • Buscar palavras-chave com dados diferentes do Google Keyword Planner
  • Gerar relatórios de análise das métricas do seu site
  • Identificar possíveis problemas com seu site, desde links quebrados até erros de programação
  • Ter ideias de novas palavras-chave para novos artigos
  • Acessar uma ferramenta de criação de conteúdo e SEO para te ajudar a construir conteúdos do zero.
  • Analisar as palavras-chave que seus competidores utilizam
  • Identificar backlinks para as suas páginas

E muito mais!

 

XML Sitemaps Generator

Lembra que mencionamos que seu site precisa ser uma enciclopédia do seu nicho para ter autoridade máxima? Se você realmente lembra, deve ter entendido como isso é trabalhoso de fazer devido ao trabalho estratégico de montagem de links e criação de conteúdo que precisam ser feitas. 

Se é difícil montar uma rede de links relevantes, não pense que ler e identificar uma rede links relevantes é trabalho simples! Até mesmo os robôs do Google têm dificuldade para compreender a proporção desse tipo de trabalho. Por isso, mesmo que você venha a fazer um trabalho excepcional de SEO e link building, seu ranqueamento pode demorar um pouquinho para subir.

No entanto, há uma maneira de acelerar o reconhecimento das ferramentas de busca: XML Sitemaps.

Basicamente um XML sitemap é uma versão mais acessível dos seus links: ao invés de avaliar todo o conteúdo de uma página, um sitemap é um desenho do mapeamento do seu site, partindo sempre da página inicial do seu site, até a página mais recente lançada. 

Nesse processo, o XML sitemaps cria ramificações a cada vez que você abre um link e tenta entender como você está direcionando seus leitores para outras páginas do seu site.

Difícil compreender? Não tem problema! O mais importante a entender aqui é que criar um XML Sitemap é crucial para que você acelere o processo de identificação do Google do seu trabalho de SEO.

E, claro, você não precisa fazer isso manualmente: O XML Sitemaps Generator pode criar um mapeamento do seu site gratuitamente, mas apenas com 500 URLs permitidas e incluídas nas análises.

No entanto, se utilizar o serviço Pro, suas URLs podem ultrapassar 1 bilhão e não terá problema (neste caso talvez demore alguns dias para criar seu site map, pois 1 bilhão significam MUITAS páginas).

Outra questão é: mesmo que uma ferramenta gere um mapeamento do seu site, o Google ainda assim não terá acesso a esse arquivo. Você terá que baixá-lo e upá-lo em seu site, e isso é um processo trabalhoso, que ainda ocupará bastante do seu plano de hospedagem.

Sendo assim, um dos mais importantes recursos do plano Pro do XML Sitemap Generator é permitir que você envie seu sitemap para o Google no próprio servidor da XML Sitemap Generator; sem fazer esforço algum.

 

GTMetrix

A versão básica do GTMetrix é totalmente gratuita e funciona através do navegador. Você consegue analisar as métricas de cada página do seu site para saber como está a velocidade e desempenho de cada uma delas, bem como entender o que está errado.

Se utilizar a versão free do GTMetrix, não conseguirá melhorar seu site apenas com a ferramenta, pois provavelmente você não tem conhecimento sobre programação. No entanto, já conseguirá direcionar seus parceiros em como seu site pode melhorar e cobrar que seus serviços tenham impacto nas métricas oferecidas pelo GTMetrix.

O GTMetrix é a melhor ferramenta para medir os Web Vitals do seu site.

Em sua versão premium, você tem acesso a relatórios de todos os dados possíveis da performance do seu site, e estes relatórios são gerados muito mais rapidamente. Você pode utilizar estes relatórios para entender o que seus competidores estão fazendo e que métricas você precisa atingir para ultrapassá-los.

Talvez você não sinta os diferenciais do seu GTMetrix premium, mas seus programadores irão.

 

ScreamingFrog

Este é outro daqueles produtos que seus programadores te agradecerão muito caso você tenha a versão premium. O Screaming Frog é a melhor ferramenta de SEO para identificar erros contidos no site e isso acelera as ações que sua equipe pode tomar para melhorar o desempenho.

Você pode utilizá-lo gratuitamente, mas suas funções serão reduzidas. Além disso, depois de utilizar o programa (sim, este é um programa que você precisará instalar em seu computador) 500 vezes, você não terá mais o direito de usá-lo.

Você pode constatar erros como:

  • Links quebrados
  • Problemas com SEO On-Page
  • Erros de programação
  • E literalmente qualquer problema que esteja impactando a indexação do seu site.

Além disso, você gera relatórios das URLs do seu site em uma planilha, tornando o mapeamento do seu site possível de ser feito em minutos, ou até segundos. Um serviço que com certeza te custaria pelo menos 1000 reais para um programador ou um analista de SEO fazer.

 

Ahrefs

A função mais básica do Ahrefs são os relatórios gerais de SEO, semelhantes aos que podem ser obtidos através do SEMRush. Simplesmente por colocar sua URL, você já se depara com inúmeras informações relevantes sobre o seu site, como:

  • Quantidade de Backlinks
  • Autoridade do Domínio
  • Pontuação geral da qualidade do seu site
  • Tráfego gerado através do Google

estratégia de conteúdo

Entre outros.

As funções mais avançadas trazem benefícios de várias maneiras. Com o Ahrefs você pode:

  • Identificar as fontes dos Backlinks, além de identificar quais backlinks tem relevância para seu site (muitos backlinks surgem com pouco potencial de alterar a autoridade do seu site, pois os emissores do link tem pouca relevância ou usaram o link do seu site sem um propósito claro). Assim, você consegue identificar as marcas que estão recomendando seu site porque gostaram do seu serviço, sem nem ao menos te cobrar uma afiliação ou comissão pela indicação. Você pode entrar em contato com essas marcas e pensar em uma forma de parceria entre vocês.
  • Identificar quais palavras-chave impactam mais a sua autoridade e armar uma estratégia para melhorar ainda mais as páginas que têm boa repercussão com o Google.
  • Identificar as palavras-chave que mais impactam na autoridade dos seus competidores e armar uma estratégia para competir forte contra eles justamente onde eles mais fazem sucesso. Ou então definir se é mais vantajoso para você correr dessas palavras-chave e tentar se classificar por outras.
  • Realizar buscas de palavras-chave com dados diferentes do Google Keyword Planner.
  • Comparar métricas de sites em uma mesma tela, rapidamente.
  • Receber relatórios de erros do site e possíveis melhorias a serem feitas.

 

As Melhores Ferramentas de SEO para seu projeto

Foi longo, mas teve fim! A sua jornada pelos conceitos mais básicos de SEO e as ferramentas mais importantes para colocar um site nos seus conformes está completa!

Depois daqui, você pode ter certeza: você sabe exatamente o que é necessário para ranquear bem no Google e gerar tráfego orgânico. 

E o melhor de tudo é que a maioria das ferramentas indicadas possuem suas versões gratuitas, mesmo que limitadas; fator crucial para um empreendedor pequeno que precisa poupar em seu orçamento para que seu projeto possa trazer lucro.

Pesquise a fundo sobre qualquer ferramenta que for contratar e aprenda a utilizar todos os seus recursos para usufruir ao máximo do seu investimento.

Espero ter conseguido te guiar bem até aqui e que os conceitos de SEO tenham ficado claros. Caso ainda tenha dúvidas, você pode contratar nossa consultoria para te ajudarmos pessoalmente, ou você pode sempre reler nossos artigos e explorar mais conteúdo em nosso blog.

Boa sorte em sua jornada!

Amazon Coaching Grátis

Venda 25K Dólares com apenas um Produto no Amazon.

Artigos Relacionados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

twenty − fifteen =

- Ana Pereira -spot_img

Últimos Artigos