Como Ganhar Dinheiro Com Blog Em 2021

Engana-se quem pensa que os blogs se tornaram menos populares. A verdade é que uma produção de conteúdo de qualidade está em alta e você deve aprender também como ganhar dinheiro com blog para não ficar atrás de sua concorrência.

Sim, os blogs precisaram passar por imensas adaptações devido ao avanço das tecnologias. Principalmente por causa dos vídeos, os blogs tiveram que se tornar mais visuais e preparados para receber um público que está menos acostumado com leituras intensas, mas que anseia por conteúdo objetivo e bem explicado.

Por isso, os blogs não perderam espaço; pelo contrário: ainda ganharam! Acompanhe, portanto, as melhores maneiras para ganhar dinheiro com blog em 2021 e aumente sua renda blogando!

Navegue pelos conteúdos:

Quais as principais formas de monetizar um blog?

Vamos descrever as principais maneiras para gerar lucros rapidamente em seu blog. Porém, seja lá quais forem os métodos de monetização escolhidos, você precisará de uma audiência fiel.

Se engana quem pensa que para ganhar dinheiro com a internet é necessário ter um público enorme.

Não precisa ser de tamanho massivo, mas seu público tem que gostar e acompanhar seu conteúdo. Por isso, se você é o responsável direto pela escrita de seus posts, precisará se capacitar e conhecer sua audiência.

Caso não seja o responsável direto, deverá conseguir parcerias com bons escritores para ter conteúdo de qualidade sendo publicado pelo menos semanalmente em seu blog.

Agora que você já conhece alguns dos principais pré-requisitos, podemos conhecer, então, as mais eficientes e populares formas de monetizar seu blog.

#1 Venda o espaço do seu blog

Se você possui um público fiel, que aprende com você e compartilha de suas ideias, quer dizer que você influencia na formação da opinião das pessoas. Isso significa que um produto disponibilizado em seu blog terá um bom potencial de vendas.

Com isso em mente, você pode oferecer o espaço do seu blog para anunciantes publicarem produtos relacionados ao conteúdo do seu blog, e atingir a tão sonhada monetização.

Claro, é muito arriscado e trabalhoso sair por aí procurando pessoas manualmente que queiram comprar espaço de um blog de um nicho específico. Para isso, existem várias ferramentas que fazem essa intermediação. Entre elas estão:

  • Google AdSense
  • Chitika
  • Infolinks
  • AdsTerra
  • Afilio

Algumas dessas opções são mais exigentes do que as outras, e seu blog precisará atender a certos requisitos para se qualificar. A mais exigente de todas, mas provavelmente a mais renomada, é o Google AdSense.

Caso esteja procurando por algo mais prático, Infolinks, Afilio e AdsTerra são as melhores sugestões. No entanto, se a questão é aparência e você quer ser bem minucioso com os anúncios exibidos em seu blog, Chitika é a melhor solução.

A principal exigência de algumas redes de anúncios são as visualizações por dia ou mês. Portanto, um bom tráfego será necessário para atingir o Google AdSense, por exemplo. As opções mais práticas que mencionamos possuem um requisito baixo de visualizações ou nem exigem.

Ainda assim, existem outros tipos de requisitos, como: Páginas com pouco volume de anúncios, exclusividade na rede de anúncios, tipo do conteúdo do blog, entre outros.

Como atingir os requisitos do Google AdSense?

Primeiramente, seu blog tem que estar consolidado e atuando como um blog “profissional”. Nada de “em construção” ou páginas ainda em conteúdo; você de ter tudo pronto, para caso seja aceito na rede. Esse é o primeiro passo para ter seu blog reconhecido como um site profissional de verdade. Páginas como “sobre”, “políticas de privacidade” e “contato” são cruciais para este processo.

Referente ao seu conteúdo, você deve respeitar sempre as normas de direitos autorais. Como seu conteúdo passará por uma análise rígida, caso sejam encontradas páginas copiadas e plagiadas de outros blogs, você já não será aprovado. Em outras palavras, seja autêntico (a) em sua escrita.

Além disso, outra métrica importante que está relacionada ao conteúdo é o ranking do seu blog. Todos os seus posts devem ser bem otimizados nas palavras-chave corretas para cada página. Isso é, na verdade, um pré-requisito para se ter um bom tráfego orgânico; como famosas estratégias de SEO , que dão bastante trabalho, mas nos rendem visitas e possibilitam a rentabilização do blog.

Não somente a qualidade, a frequência com a qual você posta e o volume de publicações também são relevantes. Tente postar pelo menos 1 artigo por semana e ter cerca de 20 artigos já publicados antes de aplicar seu blog para análise.

O tipo de conteúdo do seu site também importa. Nada de conteúdo para adultos, perigoso ou duvidoso, se é que você me entende. Ademais, você também deve ser contra SPAM e cláusulas contra esta prática obrigatória em suas políticas de privacidade.

Referente ao domínio do seu site, ele deve ser o mais único o possível. Por isso, investir na identidade da sua marca é crucial para ser aceito. Além de ajudar a estabelecer sua presença digital, ele também tem impacto direto no tráfego do seu site.

E por falar em tráfego, o Google AdSense também exige volume de tráfego. Não há uma métrica exata, mas tenha em mente que você deseja de algum público para ser aceito.

Por último, é interessante mencionar que as regras de ranqueamento de páginas do Google serão renovadas, com a adição das Core Web Vitals . Ainda não há nada descrito no AdSense sobre estas métricas, mas com a inclusão oficial delas para gerar RankPage muito provavelmente elas passarão a afetar o Google AdSense também. Portanto, antecipe a mudança e invista nelas de antemão.

Se ainda lhe restou alguma dúvida, você pode estar acompanhando algumas páginas oficiais do Google aqui e aqui que explicam também sobre as normas e diretrizes do AdSense.

#2 Crie um blog para apoiar um negócio

Também conhecidos como blogs corporativos, eles podem ser uma ótima opção para quem está pensando em fazer um investimento completo em um negócio.

O foco tipo de blog é normalmente falar sobre assuntos relacionados aos da empresa. Então, por exemplo, se você possui uma clínica psicoterapêutica, é interessante que seu blog possua conteúdo sobre doenças psicológicas, como uma rotina e também afetam a saúde mental, prevenir ou tratar depressão, etc.

Este tipo de post atrai potenciais clientes para seu blog, que, ao perceberem que seu conteúdo é bom, provavelmente virão atrás do seu negócio para se tornarem clientes. Portanto, quanto mais você falar a língua dos seus leitores, maiores como suas chances de ganhar dinheiro com seu blog.

Esta tática é efetiva para negócios locais, mas ainda mais eficiente para quem vende produtos digitais ou apenas não depende de localização para fazer o negócio rodar. Pense bem: muitos leitores do blog que mencionei acima – sobre psicologia -, mesmo que encontrem os posts na internet e se interessem pelo conteúdo, podem estar morar em outra cidade ou até o estado os impossibilita de frequentar o local do blog que tanto gostaram.

Agora se você possui um e-commerce, por exemplo, é mais do que obrigatória a inclusão de um blog corporativo nas suas estratégias de venda.

#3 Realizar vendas

Como já mencionamos aqui, quem consegue conquistar uma audiência, tem o poder de influenciar na decisão de compra do leitor. Sendo assim, uma das, se não a principal estratégia para ganhar dinheiro com blog é a realização de vendas.

Existem várias estratégias para você conseguir realizar vendas em seu blog; formatos de posts diferentes e marketing de afiliação (inserção de links afiliados), porém, são as mais populares.

Não se preocupe: você não vai precisar se tornar exclusivo de uma marca em nenhum desses casos, e seu blog continuará autônomo.

Como fazer seus posts venderem?

Eu poderia falar aqui sobre estilos de escrita persuasiva, táticas mirabolantes de copywriting que convertem mais de x% das vendas, e bla bla bla. Mas a verdade é que não há forma melhor do que realizar vendas do que o simples “falar a língua do leitor”.

O leitor de um blog não é sempre o mais crítico, o mais ávido, exigente com a escrita, racional, intelectual e sedento por leitura rica. Existem inúmeros tipos de blog, que atendem a inúmeras demandas e perfis de público. Portanto, cabe a você conhecer o seu público e exercitar sua capacidade de se conectar com ele e entender:

  • Grau de formalidade
  • Grau de intimidade
  • Ganchos entre parágrafos que realmente despertam curiosidade

Não é que as técnicas de escrita e persuasão não sejam relevantes; elas são, e muito. Entretanto, não adianta você estudar técnicas de escrita e estar focado sempre em desenvolver si mesmo se você nem mesmo se importa em conhecer e agradar o seu público.

Quando você possui um público fixo, aí sim valerá a pena investir em construir uma maior capacidade de persuasão para aumentar como suas taxas de conversão, mas nunca para construí-las.

Formatos de posts que vendem

Os formatos mais comuns de posts para blog que desejam realizar vendas são:

  • Postagens educativos
  • Guias definitivos e tutoriais
  • Listagens
  • Notícias
  • Revisão / resenha / análise
  • Estudo de caso

Eles são todos baseados na seguinte estratégia: Demonstrar a produtos de um produto e deixar um link afiliado para o leitor de acesso e realizar a compra.

Vamos entendê-los a fundo?

Posts Educativos

Disparadamente o modelo mais popular de post hoje em dia, este é um must have para blogs que querem construir público fiéis, e não somente realizar vendas.

Hoje em dia, dificilmente você encontra alguém que lê blog posts por puro entretenimento; esta função ficou para os vídeos. Assim, o que as pessoas querem quando acessam um blog é conteúdo: aprender sobre determinado tópico.

Se você ensina sua audiência com sucesso, ela deposita a devida credibilidade ao seu blog; se ela dá credibilidade ao seu blog e já aprendeu muito com você, ela acredita nas suas dicas. Por fim, ela irá tomar uma indicação de um produto com muita seriedade, e terá maiores chances de comprar com você.

Claro, é como o tio Ben, do homem aranha, sempre dizia: “Grandes poderes trazem grandes responsabilidades”. Não é porque você está indicando um produto em seu post que você fará só por fazer.

Hã? Como assim? Explico.

Se seu leitor confia em você e acredita que sua indicação é uma das melhores que ele pode encontrar, você tem mais do que a responsabilidade de atingir essas expectativas e não decepcionar. É o seu dever, encontrar um produto bom de verdade, que solução o problema do seu público e que atribuirá ainda mais credibilidade a você quando uma compra for realizada.

Se seu público compra com você, mas desaprova o produto indicado, você não só perde chances de novas vendas, mas como possivelmente também perderá o leitor.

Guias Definitivos e Tutoriais

Nas áreas necessárias de ferramentas para ajudar no gerenciamento e manutenção do negócio. Por exemplo, para criar um site é muito comum que se utilize o page builder Elementor. Por isso, a Cursana realizou um tutorial completo para você desfrutar ao máximo dessa ferramenta. 

Como você quer monetizar seu blog, é interessante que aprenda a usar o Elementor. Não só a nível de referência para o modelo do post “Guia Definitivo”, recomendo também a leitura para aprender mais sobre como editar as páginas do seu blog.

Como o Elementor é um produto que não pertence a Cursana, mas que é extremamente útil para nós, entendemos que muitas pessoas também podem ter suas vidas solucionadas por esta ferramenta. Entramos em contato com a marca, pedimos para nos afiliarmos, e o Elementor topou. Por isso, se você for assinar o Elementor Pro após aprender sobre todas as vantagens dele , compre com nosso link afiliado, vai.

Vou pedir só desta vez (haha).

Ensine tudo o que você sabe, dê dicas práticas, demonstre que você não está somente criando um manual: está descrevendo as vantagens de um produto que você utiliza quase que diariamente, sem pausas nos fins de semana.

Alguns outros Guias Definitivos e Tutoriais que a Cursana preparou são:  Guia para utilizar o Yoast SEO  e um “completão” sobre email marketing . Vale a pena conferir, nem que seja a nível de referência para futuros tutoriais em seu próprio blog.

Listagens

Este é um modelo mais descontraído, mas por ser menos teórico, você precisa de um público ainda mais fiel para fazer sucesso. Como não há espaço para convencer com explicações especificadas, seu público irá comprar somente se acreditar muito em você.

No entanto, assim que tiver uma audiência fixa, esta pode ser a maior possibilidade de realizar vendas, pois neste formato você pode indicar dezenas de produtos ao mesmo tempo.

“Os 12 melhores produtos para skincare de 2021”; “As 7 melhores ferramentas de e-mail marketing”; “15 jogos de estratégia que vão aumentar o seu QI”.

As pessoas amam listas, de verdade. Lista de mercado, afazeres, compras pessoais, listas de desejos … tem até gente que lista seus cantores favoritos e os ranqueia entre melhores e piores!

Fique de olho nas métricas e veja se sua audiência está sendo motivada por este tipo de post. Se não tiver, invista em mais posts educativos e tutoriais para atrair mais gente e fidelizar quem já lê seu conteúdo esporadicamente e está começando a confiar em você.

Notícias

“Lançamento do ano: Tênis Adidas R57A + B.5,4 vai melhorar sua performance!”. Modelo fictício, diga-se de passagem.

O modelo notícia pode ser comum para blogs informativos, mas nem sempre é claro como você pode encaixar a indicação de um produto. Alguns blogs desse gênero acabam deixando links “perdidos” entre parágrafos, quebrando o ritmo de leitura.

Não é um problema, desde que sua audiência não se importou muito. No entanto, o ideal é achar um produto que seja realmente relevante para sua notícia para que não tenha nenhum elemento desconexo no seu texto.

Entendo, neste formato é difícil, então recomendo que utilize este modelo para falar sobre lançamentos. Assim, como no exemplo do início, fica bem fácil incluir um link relevante.

Review/resenha/análise

Estava faltando este, né !? Não tem como pensar em pensar a opinião de compra das pessoas de maneira mais eficiente que perceber uma avaliação de um produto que você utiliza.

Não precisa explicar exatamente como utilizar, mas sim contar ao público quais os benefícios e vantagens. Também, é importante ser sincero: há contrapontos? Quais?

Se sua audiência é exigente, é importantíssimo falar também sobre custo benefício. Isto faz a cabeça do comprador.

Outra maneira interessante de atribuir valor a um produto sob análise é comparar a indicação com semelhanças tradicionais no mercado. Faz isso e aquilo melhor; isso e aquilo pior, mas ainda assim vale a pena, pois …

Mais uma vez: quanto melhor o produto, melhor para você. Mais credibilidade adquirida por cada venda realizada.

Estudo de Caso

Semelhante às resenhas, você demonstra ao público de maneira visualizável como o produto tem a capacidade de melhorar a vida de quem compra.

No entanto, o estudo de caso não foca nem em como utilizar, nem em quais os benefícios do produto. Então foca em quê?

Um estudo de caso nada mais é do que contar uma história de sucesso e como a pessoa chegou lá. Através da experiência de sucesso e do relato das estratégias e ferramentas adotadas para chegar em uma alta posição, você transmite ao leitor o valor dos produtos.

Ele pode não necessariamente realizar a compra neste tipo de post caso seja mais cético, mas pode ter certeza de que o interesse você terá despertado. Afinal, quem não quer conhecer a história de alguém que ficou milionário!? Ou que conquistou mais clientes ou alcançou o sucesso?!

#4 Conteúdo Premium

Quando tiver um público consolidado e um blog bem estabelecido, poderá oferecer conteúdo premium, distribuído de duas formas diferentes: um modelo de assinatura onde existem os posts gratuitos e acessíveis para todo mundo, mas seus assinantes recebem conteúdo exclusivo de alguma forma.

A outra forma é menos popular, mas ainda assim utilizada, que é tornar todos, ou grande parte dos seus posts, visualizável até somente uma parte. 10%, 25% do artigo… seus novos leitores estarão lendo e se interessando por seus artigos, de repente… boom: pop-up de assinatura.

O exemplo abaixo foi tirado do jornal Estadão.

Definitivamente não é a experiência mais agradável para o leitor, mas se seu blog for realmente popular e seu leitor acabar passando pela mesma experiência duas ou três vezes na mesma semana, de duas uma: Ou ele nunca mais entra no seu site, ou ele se torna seu cliente por um longo prazo.

De qualquer forma, são maneiras muito mais concretas de fidelizar seu público, pois uma vez que estejam pagando por sua assinatura, passarão a se cobrar por ler seu conteúdo frequentemente.

Blogs de conteúdo premium também são mais indicados entre amigos: “Ah, eu li num blog profissional que estou assinando… o blog é muito bom! Assina também!”. Conquiste um e as chances dele virar dois são altas.

#5 Oportunidades Pessoais

Se você é um bom escritor, é natural que não só seus compradores gostem do seu conteúdo: sua competição e empresas relacionadas a sua área irão olhar para seu trabalho e reconhecer a sua qualidade.

A partir daí, o que pode ser construído é muito vasto:

Ofertas de Emprego

Você pode acabar recebendo propostas que podem trazer até mais lucro do que gerenciar um blog próprio, mas ainda assim relacionado com a escrita.

Freelances

Você pode ser convidado a compor equipes de redatores enquanto ainda mantém seus projetos pessoais.

GuestBlog

Você pode ser convidado a escrever para outros blogs da sua área. Sim, para sua competição! Eles cederão espaço para que você leve a sua audiência até, de maneira que a audiência deles também recebe um conhecer o seu trabalho. É uma espécie de parceria esporádica.

Convites para dar palestras

Conte como conseguiu fazer sucesso com seu blog, quais cursos, experiências … o céu é o limite.

Pedidos de consultoria

Seus clientes podem entrar em contato e pedir aulas e consultorias sobre sua área ou até mesmo sobre escrita. Você pode elaborar pacotes e começar a profissionalizar esta capacidade e vender seu próprio pacote em seu blog.

Compra do Blog

Sim, seu blog vale dinheiro. Muitas pessoas podem se interessar em até mesmo querer o seu blog para elas e oferecer um grande valor por ele. Se você gostar das ofertas, pode topar e recomeçar outro blog ou trabalhar com criação e venda de blogs em determinados estágios.

Ainda Dá para Ganhar Dinheiro Com Blog Em 2021?

Mesmo com todas as oportunidades descritas acima, é compreensível que ainda reste a dúvida se o formato blogging ainda é viável. Afinal de contas, o YouTube se tornou a grande ferramenta de pesquisa de entretenimento e até mesmo conteúdo.

Os vídeos, por conterem referências visuais constantes, acabaram se tornando a mídia favorita de muitas pessoas, e com isso, parece que aos poucos, a leitura está ficando “escanteada”.

Essa é uma percepção que já ouvi falar muito, mas que discordo completamente.

O Google continua sendo a maior fonte de pesquisas no mundo, tendo um número de buscas ainda maior do que o do YouTube. Os primeiros resultados do Google são em total maioria sites e blogs.

Assim como as campanhas de e-mail, que tiveram de se adaptar para sobreviver e voltar a compor as principias estratégias do marketing digital, os blogs também tiveram que se renovar.

Vamos conhecer algumas das mudanças que os blogs tiveram que passar, que você também terá de se adaptar caso opte por este caminho.

Conteúdo Visual

Antigamente era até comum encontrar páginas bem ranqueadas no Google com textos gigantes, sem imagens entre seus títulos, subtítulos e parágrafos. Além disso, as imagens nem sempre se comunicavam com o conteúdo do texto.

Para que seu blog seja menos cansativo, mais descontraído, e venha a conquistar a atenção do leitor por mais tempo, é necessário que você utilize imagens que ajudem a explicar e evidenciar o que está incluso no conteúdo.

Também, é possível utilizar os vídeos como parte do conteúdo do post. Se você conseguir planejar um vídeo para caber dentro do formato do blog, ainda melhor. Faça com que o vídeo tenha uma conexão com o parágrafo anterior e com o próximo.

Escaneabilidade

Seu conteúdo deve ser facilmente perceptível ao leitor, mesmo que ele não venha a ler o parágrafo inteiro.

Escreva frases e parágrafos curtos, bem divididos por títulos e subtítulos; crie tabelas de conteúdo e utilize bullet points com sabedoria.

Este conceito, na verdade, não é novidade para blogs, mas antigamente ainda era possível que redatores fizessem sucesso sem aplica-lo com maestria, ou sequer conhecê-lo.

Hoje em dia, ainda mais do que no início dos anos 2000 ou na década passada, este conceito deve ser levado ao extremo.

O conteúdo do blog é importante, mas a formatação e a apresentação, sem exageros, são tão importantes quanto.

Identidade

O uso de blogger, Tumblr e outros serviços de gerenciamento de blogs que não lhe permitem ter um blog próprio caíram por terra.

WordPress e ferramentas de desenvolvimento web são as grandes formas de criar um blog hoje em dia, pois elas permitem 100% (ou quase 100%) de edição do seu espaço.

Você deve investir em uma identidade marcante: cores, logo e layout combinando com o seu tema de alguma forma, bem como se comunicando entre si.

Seu blog precisa passar credibilidade de todas as formas possíveis a partir do momento em que seu público encontra um SEO title ou seu link no Google. Do contrário, dificilmente você obterá tráfego massivo ou conseguirá fidelizar um público.

E aí, convencido (a) de que criar um blog ainda é uma ótima ideia mesmo em 2021? 

Utilize as estratégias acima aliadas as outras formas de produção de conteúdo, como as redes sociais e o YouTube e veja seu futuro blog fazer muito sucesso.

Related Articles

1 COMMENT

  1. […] Cobrimos várias estratégias de monetização de blogs em outros posts. Você poderá utilizar as que mais forem atraentes para você neste momento e ir aplicando outras conforme seu blog for crescendo. […]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest Articles