Como Vender No Pinterest em 2021? Rede Social Ou Marketplace?

Bons comerciantes são aqueles que estão ligados às novidades e sabem entrar em uma onda, logo de cara, quando ela tem boas chances de fazer sucesso. Por você estar se perguntando “como vender no Pinterest?”, tenho certeza que este é seu caso.

Menciono isso porque adaptação é a grande marca desta rede social: o Pinterest começou como uma ideia de rede social, se tornou a primeira search engine (motor de busca) de buscas visuais do mundo e agora também é considerado um marketplace.

Paltada em se tornar uma rede social de alta capacidade de engajamento com os usuários através de recursos visuais, ao longo dos anos, o Pinterest vem se adaptando às novas oportunidades. Por obter sucesso em suas apostas, a rede hoje é considerada uma das mais lucrativas para o usuário (mais até do que Facebook e Instagram).

E aí!? Tem como ter alguma dúvida ainda de que aprender a vender no Pinterest é essencial para o empresário em 2021?

Vamos aos detalhes!

O que é o Pinterest?

O que é o Pinterest

O Pinterest começou como uma rede social baseada em conteúdo visual para que as pessoas pudessem buscar, construir e compartilhar referências para arte, ilustração, design de interiores, decoração, receitas e muito mais. Tudo o que pode convencer só pelo olhar pode fazer sucesso nesta rede.

“Redes sociais comuns” (as mais tradicionais, como o Facebook, Instagram e até o falecido, mas pioneiro, Orkut) são baseadas em uma página própria para você compartilhar aquilo que acha interessante, de maneira linear e cronológica. Para “alimentar” suas ideias, você recebe informação do seu feed de notícias, ou pode pesquisar manualmente por páginas da rede.

O Pinterest não é tão diferente assim; porém, você não cria uma timeline: você cria um quadro de conteúdo e pendura seus pins. Sabe aqueles murais de avisos que usávamos no passado em escolas e escritórios? Usávamos uma tachinha para prender um papelzinho… Pois é: é este o conceito.

O seu mural é exibido com os conteúdos que você “pindura” (piada boa…); então, em sua página, eles são exibidos ao mesmo tempo, de forma artística, organizada e atraente para o público. Formam verdadeiramente um mural de notas, mas gráfico.

Além do espaço artístico para você expor o conteúdo que quiser, o Pinterest também oferece um feed, mas que tem nada a ver com o conteúdo de amigos e páginas que você curte – como em outras redes. Na verdade, o conteúdo que a própria rede social indica está relacionado ao seu real interesse.

Quando você cria um perfil, o Pinterest pergunta: no que você está interessado? Então, ele libera uma série de possíveis respostas: arte, casamento, ilustração, jogos, animação, etc. Assim, seu feed será alimentado com conteúdo relevante para o assunto que você mesmo expressou que lhe é interessante.

Também é possível que você receba conteúdo de artistas e marcas que você decidiu seguir, mas você nunca estará limitado ao conteúdo deles. Assim, sua fonte de inspirações tende ao infinito, expandindo diariamente.

É ou não é uma proposta atraente para uma rede social!? Eu, particularmente, amo usar o Pinterest para salvar imagens de artistas para guardá-las como referências para artigos e ilustrações!

Contudo, não é só pra isso que o Pinterest serve…

O que é Pinterest Business?

O que e Pinterest Business

Desde meados da última década, o Pinterest vem investindo em transformar-se em uma rede de negócios. Entre tantas funções, o Pinterest Business serve principalmente para integrar sua loja à rede social e linkar seus produtos a cada um dos seus pins!

Já está conseguindo ver como o Pinterest pode ser lucrativo? Mas calma lá que ainda tem muito mais!

A rede preza por qualidade e tem alguns requisitos para o vendedor, bem como proibições de produtos como drogas, remédios, conteúdo ilícito, etc. Apesar disso, diferentemente de outros marketplaces, você não cria sua “loja pinterest”. Você apenas pode designar botões que levam os usuários da rede para as páginas de seus produtos. O Pinterest é, na verdade, uma maneira de divulgar seu trabalho.

Claro, isso significa que para vender no Pinterest você necessariamente precisará de um e-commerce. Portanto, se você ainda não criou o seu, mas quer fazer sucesso na rede social que mais cresce na internet, aprenda como criar um e-commerce e desenvolva um negócio virtual!

Outro grande benefício do Pinterest é que ele não serve apenas como um catálogo dos seus produtos: quando alguém se interessar por um item seu disposto a venda, o usuário será direcionado ao seu site para fazer a transação. Isso significa que há um redirecionamento direto, e portanto seu site estará aumentando o tráfego drasticamente.

Além de divulgar seus produtos, o Pinterest é uma ponte direta para o conteúdo do seu blog, para formulários de newsletter e landing pages com várias chamadas para ação. É uma porta direta para chegar ao sucesso online.

Por fim, entre outras funções do Pinterest Business, estão:

  • Acessar análise de dados e infográficos;
  • Acessar os “top pins”, os mais acessados;
  • Integrar a loja e produtos do seu site diretamente aos seus posts;

Por tudo isso que já foi mencionado – e ainda tem mais – saber como vender no Pinterest é crucial para o sucesso de qualquer e-commerce.

Como criar uma conta no Pinterest Business?

Como criar uma conta no Pinterest Business

Não se preocupe: O Pinterest Business não é uma nova rede social à parte do Pinterest “normal”. Na verdade, está mais para uma configuração da sua conta, que demonstra para a plataforma quais as suas intenções: usar por lazer ou realizar transações.

Você pode continuar tendo o seu mural pessoal e integrar uma conta profissional (business) ao seu perfil. Porém, recomendo que você crie uma nova conta para a sua loja pelos seguintes motivos:

  • Você pode usar o nome da sua loja em seu perfil e aumentar a presença digital da sua marca;
  • Você pode continuar usando o seu perfil pessoal sem misturar vida pessoal com negócios, podendo continuar separando suas inspirações tranquilamente.

Assim que tiver decidido como criará sua conta, acesse a plataforma, complete o formulário com suas informações, pule a oferta de ADS e deixe para configurar isto quando estiver com seu planejamento estabelecido; et voilà: Simples e prático, sua conta Business estará criada.

Basta agora integrar sua loja à rede e começar a vender pelo Pinterest.

O que é preciso para vender no Pinterest?

Como mencionado anteriormente, você precisará de uma loja virtual bem estruturada, sem anúncios poluentes, páginas que descrevem as políticas da sua empresa, enfim: uma loja confiável, e que respeita as políticas do Pinterest. Este é o básico.

Também, você precisará saber como fazer pins: ter boas imagens (boa aparência visual) e como realizar a descrição dos produtos. Já mencionamos antes, mas o Pinterest também é uma espécie de mecanismo de busca: as pessoas usam a rede social para buscar conteúdo visual e se guiam tags e palavras-chave. Por isso, saber quais termos usar na descrição é crucial para que seus produtos sejam encontrados; as famosas “técnicas de SEO”.

Vamos abordar passo a passo cada técnica necessária para você fazer sucesso nesta rede. Continue acompanhando!

Como usar o Pinterest para fazer negócios?

Lembrando: “O Pinterest é um pouco de marketplace, outro pouco de rede social e um pouquinho de motor de busca”. Isso significa que ele não segue regras específicas e “normais ao senso comum”.

Na prática, você terá sempre duas formas de adicionar um produto/conteúdo ao seu mural no Pinterest: o Pin normal e o Pin de Produto. Ambos levam o usuário ao seu site, pois a venda não é efetuada por dentro da rede social. De qualquer modo, para maximizar as chances de realizar uma venda, você deve optar por incluir Pins de Produtos em seu mural.

Um “Pin de Produto” leva a vantagem de estar com o preço incluso e ainda informar ao usuário a quantidade que ainda está disponível em estoque. Essas informações farão com que:

  • O público que acessa sua loja esteja inclinado a comprar;
  • O público pode estar motivado pela sensação de escassez do produto;

Fica bem evidente que a inclusão deste formato de pins é bem mais vantajosa, não fica?

Como Criar um Pin em 7 passos

  1. Entre na sua conta Business do Pinterest;
  2. Clique em “Criar” no canto superior esquerdo e depois clique em “Criar Pin”;
  3. Adicione uma imagem na seta de upload e selecione uma imagem do seu computador ou arraste e solte uma imagem;
  4. Adicione título, descrição e um link para uma landing page do seu site (preferencialmente);
  5. Escolha se deseja publicar seu Pin imediatamente ou agendá-lo para outra data (servirá mais para frente, quando sua loja estiver bem estabelecida e os pins estiverem sendo lançados em massa;)
  6. Escolha uma pasta existente para salvar seu Pin ou selecione “Criar pasta” caso queira adicioná-lo a uma pasta nova;
  7. Clique em “Publicar” e está tudo pronto!

Como fazer sucesso no Pinterest?

Como fazer sucesso no Pinterest

O sucesso no Pinterest vem de uma capacidade muito clara que esta rede tem: links facilmente acessíveis para todo o lado. Diferentemente de Instagram e Facebook, que você precisa ler o conteúdo escrito para entender se o link é relevante e seguro de se clicar, no Pinterest, se a imagem for interessante, o usuário pode simplesmente clicar no canto esquerdo inferior e ir direto ao seu site.

“Uma imagem fala mais que mil palavras”: Esta é a realidade para o Pinterest e seus usuários. Para fazer sucesso nesta rede você deverá adaptar sua visão de mercado, persona, público alvo e maneira de criar conteúdo para adaptar tudo novamente a um motor de buscas visual.

A boa notícia é que fazer isso não é tão difícil assim. Para ser encontrado no Pinterest, você precisa das tags corretas e boas práticas de SEO.

Entenda as Buscas no Pinterest

Para deixar claro o que quero dizer com “motor de busca visual”, vamos ilustrar a seguinte situação:

Você quer comprar um par de tênis de correr porque quer começar a praticar corridas e exercitar em casa. Você então, ao invés de usar o Google para fazer a busca, vai direto ao Pinterest. Lá você busca “tenis de correr” e encontra milhares de resultados. Vamos lá, faça a busca você também e me diz se não é muito mais atraente do que buscar no Google!?

Ao invés de links de loja e fotos genéricas, você encontra pessoas combinando looks, usando o item no dia a dia, tudo fotografado de maneiras artística. Mesmo que você não encontre exatamente um bom link de compra, pelo menos uma grande inspiração para escolher o seu modelo você irá encontrar.

O Pinterest ainda está em expansão e muitos dos melhores resultados ainda não estão otimizados para vendas. Agora imagina se você encontra uma foto de inspiração com um link para uma ótima loja, com um produto de ótimo preço. Você não fecharia a compra por ali mesmo? Na hora? Pois é, este é o potencial de busca e conversão do Pinterest.

Outro recurso de busca do Pinterest são as tags associadas: em baixo do menu de buscas, aparecerão complementos para a palavra-chave que você buscou. No caso de “tenis de correr”, é recomendado que você especifique ainda mais sua busca com termos como “feminino” ou “masculino”; “adidas” ou “nike”, e muitas outras opções.

Se você está habituado com SEO, você deve ter percebido que a rede social te ajuda a montar longtail-keywords: “as famosas frase-chave” ou “palavra-chave longa”. Portanto, quando for adicionar uma tag, dê uma olhadinha nas sugestões de especificação do Pinterest e antecipe as buscas dos usuários para que eles possam encontrar seus produtos diretamente.

Adicione O Botão “Salvar” Em Seu Site

O botão “salvar” é provavelmente o ícone mais importante do Pinterest: é com ele que colocamos imagens (pins) em nossos murais pessoais. E claro, a cada vez que salvamos um pin em nosso mural, mais chances dele ser visualizado por nossos amigos da rede, e mais chances do pin ser qualificado para a palavra-chave na qual ele está atrelado.

Portanto, o seu site deve estar otimizado para o Pinterest, e todos os seus produtos devem possuir boas imagens, com uma pegada artística, para fazer mais sucesso na rede social em si; mas também para que quando um usuário esteja acessando seu site, ele possa interagir com suas redes sociais. Assim, você estará levando um público maior para suas redes e aumentando a popularidade dos seus pins.

Classifique seus Pins com qualidade

Mencionamos acima como criar Pins de Produtos e você deve seguir esta prática caso você esteja trabalhando com este formato de negócio.

No entanto, ainda há outros 4 formatos avançados de Pin que você pode utilizar: são eles os “Pins de Receitas”, “Pins de Artigos” e “Pins de App” e “Pins de Lugares”.

Para pins de receitas e pins de artigos, os links associados devem levar ao site/blog do usuário e conter algumas especificações sobre o tema na descrição dos Pins. Enquanto isso, os Pins de lugares servem para divulgar lugares físicos com um site.

Já para os aplicativos, ao invés de um botão que te leva para a página do produto/post, o link deve estar ligado a um link de download. Assim, os usuários da rede poderão instalar seu App sem nem sair do Pinterest. Dá para acreditar?

Aumente suas taxas de conversão absurdamente com boas classificações de Pin e descrições.

Capriche Na Qualidade Da Imagem

Por ser uma rede social de conteúdo visual resumido a fotografias, você não pode negligenciar os takes das suas imagens. As pessoas vão julgar seu produto pela capa, o que significa que você terá somente uma chance de conquistar o usuário que encontrar seu pin; portanto, em um single shot, é tudo ou nada para aquele usuário.

Estude questões de enquadramento e cogite até mesmo fazer parcerias com fotógrafos, artistas ou criadores de conteúdo para aumentar a qualidade dos seus pins. Também, mesmo que a competição do seu nicho não seja tão intensa atualmente, você deve elevar o nível dos seus pins. Afinal a competição não ficará baixa para sempre, e logo você estará perdendo clientes para quem produz arte de maior qualidade, mas principalmente porque se a competição é baixa é mais fácil de você se tornar a grande referência.

Pode ser que o Pinterest seja a oportunidade que lhe faltava para se tornar um big player da sua área!

Para concluir, é crucial que você tenha em mente: cerca de 80% dos usuários do Pinterest navegam por celulares e outros dispositivos móveis. Portanto, é mais do que obrigatório que seus pins levem em consideração a exibição em celulares. Tudo deve aparecer nítido e inteiro em qualquer aparelho.

Invista em Anúncios no Pinterest

Assim como outras grandes redes, o Pinterest possui sua própria rede de anúncios direcionados.

O funcionamento não é muito diferente de outras plataformas:

  • Segmente o público para quem os anúncios serão exibidos;
  • Estabeleça um orçamento do quanto você quer investir por dia/semana/mês;

Para criar o seu anúncio, você escolhe um Pin específico e classificá-lo como “patrocinado”. Você pode fazer este processo desde o início quando posta seu pin, ou editar e tornar um pin já existente um pin patrocinado.

Mantenha uma regularidade na criação de Pins

Assim que você começar a criar seu público após as primeiras vendas, as pessoas irão seguir sua página e esperar por novos pins. Assim como em outras redes sociais, as pessoas perdem o interesse em páginas que não publicam com frequência e que, por isso, não são muito relevantes.

Mesmo que você entre em férias, seja feriado nacional ou coisa do tipo, você precisa manter a regularidade. Se você já trabalhou com o Instagram (principalmente) sabe como o algoritmo pode ser prejudicado caso você não cumpra uma agenda quase religiosa de posts. O Pinterest pega mais leve com essa questão, pois a proposta da rede é toda outra, mas ainda assim é necessário manter-se ativo.

Como Vender No Pinterest e Estabelecer Presença Digital?

Como Vender No Pinterest e Estabelecer Presença Digital

Você aprendeu os dados mais importantes sobre esta rede social/search engine/marketplace e como a adaptação para o formato visual é necessária para fazer sucesso no Pinterest.

Se você ainda está se perguntando se deveria ou não entrar nessa jornada, veja alguns desses dados abaixo:

Para ser uma referência na internet, você deve estar aonde os clientes estão: Facebook, Instagram, inúmeros marketplaces… em comparação a estas redes mais tradicionais, o custo de manutenção que o Pinterest exige é muito menor e o processo é mais rápido.

Com todos os principais detalhes resumidos, não tem porque você ficar de fora dessa. Crie seus pins de produtos, fique de olho nas métricas que a própria plataforma libera para contas business e continue a estabelecer a presença digital da sua marca!

Amazon Coaching Grátis

Venda 25K Dólares com apenas um Produto no Amazon.

Artigos Relacionados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 + nove =

- Ana Pereira -spot_img

Últimos Artigos