Por Que Criar Um Blog Para Seu Negócio Em 2022

Criar um blog em 2022? Vale mesmo a pena? 


Bom, se você tem esse questionamento é porque ainda não está habituado às principais técnicas de marketing de conteúdo.

Um blog é, hoje em dia, a principal maneira que uma empresa tem para abordar tópicos complexos e criar uma relação forte com o público.

Isso porque as redes sociais até tem grande potencial para captar público e levá-los para um site. No entanto, o grau de conhecimento sobre o produto que um potencial cliente pode obter através dos posts de social media é bastante reduzido. Afinal, os posts de redes tem que ser curtos, atrativos e interativos.

Na prática, não há espaço para abordar assuntos aprofundadamente.

Sendo assim, uma das estratégias mais eficientes que uma empresa pode colocar em prática é abordar conteúdos nas redes e depois levar o público interessado a um artigo em seu blog. 

Fazendo tudo isso gratuitamente, seu público fatalmente verá sua marca como uma referência do seu nicho a longo prazo, pois tanto o usuário iniciante sobre seu tópico, quanto o usuário experiente e aprofundado, conseguirão aprender com você as minúcias dos produtos mais relevantes para seu nicho, além de matar várias dúvidas.

Por isso você também deve criar um blog para sua marca.


O Que é um blog?

Um blog é um modelo de site em que o escritor (ou os escritores) abordam diversos assuntos sobre um determinado nicho. A abordagem desse conteúdo é aprofundada, no formato de artigos. ( Baixe PDF Completo para comecar seu blog Hoje)

Essa perspectiva mais técnica que um blog deve ter para abordar um conteúdo, faz com que o site se torne uma verdadeira enciclopédia do nicho a longo prazo. Ou seja, quanto mais conteúdo sobre o mesmo nicho colocar no seu blog, mais completo e interessante para o seu público ele ficará.

Quanto mais artigos relevantes, melhor: mais chances de se tornar a grande referência do seu nicho você terá. 

Por isso, os blogs são considerados uma das principais estratégias para o marketing de conteúdo e para a conversão de clientes que estejam no meio do funil.

Em termos de credibilidade com o público, um blog tem mais peso do que conteúdos de redes sociais e tanta relevância quanto livros e e-books. Claro, quanto maior for sua autoridade, mais fácil é para seus clientes acreditar no conteúdo que você escreve.

No entanto, artigos de blog tem uma escrita mais descontraída e informal do que livros, e-books e artigos acadêmicos. O escritor pode referir-se a si como “eu” e ser bem pessoal nos seus parágrafos; fato esse que torna a leitura de um blog muito mais prazerosa e leve do que a de um livro/e-book.

Por que criar um blog?

Antes de dar qualquer dica, temos que falar sobre o que um blog pode significar para uma pessoa. O Cursana é, para mim, a maneira mais eficiente de realizar o meu sonho de poder ajudar um grande número de pessoas através do conhecimento que adquiri ao longo da minha carreira e que meu time de redatores pode transmitir.

É a chance de tornar a minha história algo memorável e que pode levar inspiração para as próximas gerações. Pelo menos, é assim que encaro esse projeto.

Sendo assim, blogs não são meros sites onde fazemos posts, propagandas, vendemos produtos e tentamos atrair leitores a qualquer custo: ser blogger é querer encantar e agregar às vidas de quem dedica parte do tempo para visitar e ler o conteúdo que compartilhamos.

Então, se estiver se perguntando por que criar um blog, recomendo que tente pensar em um objetivo maior do que apenas os resultados financeiros que ele pode trazer, que, sim, são ótimos. Mas será que só eles são o suficiente para te manter motivado a escrever por anos e anos sobre os mais diversos assuntos do seu trabalho?

 

Quais os benefícios de criar um blog?

Claro, um blog não precisa ter o mesmo significado para você como tem para mim. Além dos objetivos pessoais e filosóficos, dá sim para usar um blog para trazer retorno financeiro e crescimento de um projeto pessoal, como uma empresa ou a própria imagem enquanto empresário ou freelancer profissional.

Confira abaixo uma lista grande, porém ainda incompleta, dos tantos benefícios que criar um blog pode trazer.

Criar um blog:

  • Promove conhecimento para você e seu público.
  • Adiciona ou compõe integralmente a renda de um empreendedor.
  • Abre inúmeras portas para novos relacionamentos (comerciais ou pessoais).
  • Aumenta a sua autonomia, tanto pela busca de conhecimento quanto pela execução de tarefas.
  • Aumenta sua intelectualidade.
  • Pode te tornar dono(a) do próprio negócio assim que começar a gerar retorno financeiro através do blog.

Vamos entender a fundo cada um desses tópicos?

 

Criar um blog promove conhecimento

Se você está criando um blog agora, ou ainda nem colocou seu projeto em prática, você pode estar em dois grandes níveis de conhecimento sobre seu próprio nicho: 

  • Você entende bastante, mas ainda não é uma referência. Está estudando e se aprimorando para crescer profissionalmente.
  • Você já domina muitos assuntos que envolvem seu nicho e está pronto para compartilhar muito conteúdo para se tornar uma referência.

Em ambos os casos, ainda há espaço para crescimento individual. Concorda?

No primeiro caso, você ainda precisa buscar por assuntos do seu nicho e aprender a fundo sobre eles. Ou seja, você vai ter que passar boa parte do seu dia lendo e assistindo vídeos e palestras, e depois terá que estudar novamente para processar a informação nova.

Nesse caso, escrever artigos sobre os novos conteúdos que aprendeu, tentando reconstruir desde a noção mais básica do assunto até o ponto mais complexo compreendido, é uma das melhores formas que você tem para (1) processar a informação; (2) memorizar o conteúdo e (3) tornar o que você aprendeu mais relevante ainda.

Ou seja, um blog também serve para te motivar.

Já no segundo caso, mesmo que você não precise estudar tanto sobre o conteúdo por já ter aprendido muito sobre seu nicho nos seus anos de formação e experiência profissional, você ainda tem um grande desafio pela frente: se comunicar.

Não é porque você é detentor de um conhecimento que é capaz de passá-lo adiante com facilidade. Você precisa desenvolver sua capacidade comunicativa e aprender a falar justamente com um público que precisa aprender com você, como talvez seja a situação do primeiro caso.

No entanto, quando já temos muito conteúdo em nossa mente, é aí que moram as maiores dificuldades, pois os processos se tornam óbvios demais para nós e não enxergamos como podemos esmiuçar o conteúdo de maneira que ele fique facilmente comunicável.

Por isso, um blog também é capaz de desenvolver empatia e aprimorar suas capacidades comunicativas.

 

Gera renda e te torna dono do próprio negócio

Existem inúmeras táticas para monetizar um blog. Você deve estudá-las para conseguir gerar retorno financeiro com seu projeto e ter uma motivação a mais para continuar fazendo o que faz.

No entanto, seu foco deve ser sempre falar a língua do seu leitor e garantir que seu conteúdo seja relevante. Se fizer isso, praticamente todas as estratégias de monetização são viáveis e possíveis em seu blog.

A partir do momento em que consegue gerar renda através de seu blog, você se torna dono de um negócio pessoal e precisa passar por processos de administração para melhorar os resultados.

Então, isso pode se tornar um trabalho de meio período para você até que consiga compor uma renda maior ou próxima a do seu trabalho principal. 

Se conseguir expandir sua renda ainda mais, cogitará largar seu trabalho e viver do seu blog, podendo viver como um nômade digital.

Já imaginou: você, trabalhando com aquilo que gosta de estudar e entender a fundo, morando nas praias mais incríveis em uma semana, dando um passeio nos pontos turísticos mais incríveis na outra, e passando uns dias “em casa” para matar a saudade no fim do ano e nas datas festivas, sem ter impedições por causa do seu trabalho fixo?

Se criar um blog, isso será possível.

 

Abre inúmeras portas para novos relacionamentos (comerciais ou pessoais)

Um dos momentos mais incríveis na vida de um blogger é quando você abre um dos perfis das suas redes sociais e encontra mensagens de pessoas que leram e aprenderam através dos seus conteúdos e conseguiram avançar em seus projetos pessoais.

Inclusive, se parar para pensar, verá que, ao criar conteúdo sobre o seu nicho e incentivar que novas pessoas se tornem grandes conhecedoras do seu assunto, você está incentivando-as também a se tornarem competidores (caso optem por entrar exatamente no mesmo nicho, com o mesmo tipo de serviço e produto) e parceiros (caso optem por entrar em um nicho próximo, ou até o mesmo nicho, mas com um produto/serviço diferente).

Dessa maneira, você inspira e instiga o mercado do seu nicho, e ainda cresce sua lista de contatos, tanto profissionalmente quanto pessoalmente.

 

Aumenta a sua autonomia e intelectualidade

Para criar um bom blog, você precisa ser leitor de outros blogs. Se você já é uma referência no seu nicho, provavelmente sabe disso muito bem e tem seus favoritos. 

Então, se você se tornar um leitor de blog, significa que você estará se desenvolvendo como um autodidata: uma pessoa que tem a iniciativa de buscar conhecimento por si e se desenvolver sem a ajuda de um especialista no assunto.

Isso te torna mais independente e intelectual; e no fim, ainda te permite poupar uma graninha com cursos e consultorias que iria gastar.

Claro, isso não quer dizer que você não deve fazer cursos! Muito pelo contrário: cursos são grandes fontes de conteúdo para você exercitar sua capacidade de aprender, principalmente os cursos online que são praticamente todos realizados através de vídeos gravados, oferecendo pouquíssima ou nenhuma interação com instrutores.

No entanto, você não vai gastar dinheiro com um curso para toda e qualquer dúvida que surgir.

Por fim, criar um blog também te incentivará a estar sempre pensando em novos assuntos que interessem seu público, mas de uma maneira diferente: ao invés de querer aprender apenas com cada leitura que realiza, você começará a adotar uma postura de quem julga o conteúdo e pensa em como reescrevê-lo melhor.

O que faltou? Como poderia estar mais claro? Como poderia estar mais completo? Entre outras questões.

Assim, você está sempre tentando resolver problemas e aprende a abordar assuntos com mais profundidade.

Agora que já entende praticamente tudo o que um blog pode trazer de benefícios para a sua vida, é hora de entender como criar um blog na prática.

Diferentemente de tutoriais práticos, e até bem descritos, de criação de blogs através das ferramentas para criar site, aqui não será assim. Esses posts guiam o leitor nas etapas práticas, mas não passam segurança se seus projetos estão prontos para dar certo.

Por isso, aqui o foco é entender os requisitos prévios; a parte essencial do processo. Depois vemos como colocar a mão na massa.

Afinal de contas, qualquer um pode baixar e instalar um programa/aplicativo, não é mesmo? 

Sendo assim, vamos abordar a partir daqui o que é necessário para idealizar seu projeto, que é o primeiro passo para a criação. 

 

Primeiro Passo

Não, o primeiro passo não é registrar um domínio ou contratar um serviço de hospedagem!

Copia de EMAIL MARKETING 8

Pensar sobre o que você pode abordar em seu blog e estudar os tipos de conteúdo é a melhor maneira de se preparar.

Se seguir tutoriais práticos por aí, acabará contratando um pacote de serviços sem saber como usá-los. Se você não souber como utilizar, então para que investir?

O primeiro passo é conhecer a si mesmo. Sobre quais assuntos você gosta de falar? Quais tópicos você consome diariamente? Sobre o que você já tem conhecimento? Em que área quer se tornar uma autoridade?

Responda essas perguntas e você terá um primeiro direcionamento para a identidade do seu blog. 

Se respondê-las não for fácil, comece a fazer o teste em seu dia-a-dia: 

Anote o tempo que você passa lendo, estudando, pensando, etc., sobre determinados assuntos. “Ah, hoje estudei 3 horas de como criar vídeos no YouTube e mais 6 horas de física quântica”.

Logo, temos 2 grandes interesses que podem virar o assunto do seu blog!

Não há como prosseguir sem se conhecer, pois essa é a base para definir seu nicho. Se você está procurando montar um blog para sua empresa, teoricamente este processo já está feito, pois você passa várias horas do seu dia administrando um negócio e estudando tanto as soluções quanto os problemas do ramo. 

Basta criar um blog corporativo e conquistar autoridade através dos seus artigos.

 

Segundo passo: Escolha seu nicho e defina sua persona

Copia de EMAIL MARKETING 6

Primeiramente, para definir seu nicho, não pense que você precisa ser um especialista no assunto desde o início. Você, conforme descrito no primeiro passo, precisa ter uma grande familiaridade com o assunto, mas poderá ir construindo conhecimento ao longo do processo. 

Sendo assim, decida o seu segmento geral e crie títulos, roteiros, esboços e tudo o mais. Essas serão possibilidades de conteúdo que você poderá criar logo de cara.

Por exemplo: “Futebol”. Gosto muito do assunto.

Este será seu segmento geral… Mas como ir mais a fundo?

Simples: pense naquilo que você é expert sobre futebol.

“Eu adoro futebol e entendo muito sobre as regras do jogo, mas conheço pouco sobre a parte tática.”

Sendo assim, alguns temas que consigo pensar para este perfil escrever em seu blog são: linha de impedimento, utilização do VAR, substituições, e por aí vai. 

Pronto, transformou seu segmento geral em nicho; de futebol para regras do futebol.

Pelo caráter técnico que essa especialização tem, o público que você conseguirá atrair através do conteúdo terá interesse em aspectos técnicos do futebol, necessariamente. Logo, você terá que se manter fiel à sua escolha.

Você não pode iludir seu público de que trará conteúdo de regras em seu blog, e, do nada, começar a escrever reviews de chuteiras e bolas de futebol, por exemplo.

Se quiser vender produtos, talvez seja interessante abordar cursos que ensinam as regras. Já se quiser um produto físico, equipamento de árbitros pode ser interessante. Mas camisas de um clube específico, curso de como fazer embaixadinhas ou artigos com uma lista dos gritos das torcidas… Isso definitivamente não faz parte do seu nicho.

Ao estreitar sua área de atuação, você estará gerando um perfil de público ideal, que lerá seus posts sempre que tiver conteúdo novo, também chamados de público-alvo. A partir dele, você poderá medir e compreender sua audiência, formando o que chamamos de Persona.

Uma persona é um modelo real de um cliente que está em seu público-alvo.

Algo como: “Mariana, 25 anos, se interessa pelas regras do futebol e quer ser juíza no futebol masculino para superar barreiras do gênero no esporte. Ela já apita jogos amadores e tem interesse em produtos da área.”

 

Medindo o potencial do nicho

Por fim, uma dica muito útil para medir o potencial de retorno financeiro do seu nicho é através do buscador de palavras-chave do Google. Nele, você pode realizar a pesquisa do seu segmento geral e também do seu nicho. Como no exemplo, “futebol” e “regras do futebol”. 

Faça sua conta na ferramenta gratuitamente e pesquise as palavras-chave mais interessantes para seu nicho e dê uma olhada no volume de pesquisas que seus termos tem. Quanto mais pesquisa mensais, mais lucratividade seu negócio pode atingir.

No entanto, fique de olho também na competição: se ela for alta, busque por variações do seu termo e veja se a competição está sempre alta também. Quanto mais competição, mais difícil será se estabelecer e virar uma referência.

 

Terceiro Passo: Pondo a mão na massa

Copia de EMAIL MARKETING 7

gora sim vamos entrar nos aspectos práticos! Se pelo menos você já tem alguns tópicos que podem se tornar o nicho do seu blog, podemos ir adiante. 

Por ser uma parte prática, não vamos descrever a fundo cada um dos passos que você pode tomar: vamos indicar artigos específicos em que guiamos nossos leitores por cada etapa.

Primeiramente, encontre um serviço de hospedagem para seu site. Recomendo que ele ofereça domínio e certificado SSL já no pacote, além de disponibilizar a instalação do WordPress através de um clique.

Se não conseguir esta última função, veja nosso tutorial de WordPress, o maior gerenciador de conteúdo de sites do ocidente.

Depois, instale algum dos melhores temas para WordPress. Eles darão uma cara única e profissional para seu blog.

Por fim, aprenda sobre os tipos de conteúdo, além de como criá-los, e pratique sua escrita constantemente.

Uma das principais técnicas para escrever em um blog é saber realizar a otimização para mecanismos de busca desde a estrutura do seu post. Por isso, recomendamos o Yoast SEO para te ajudar no processo.

 

Quarto e último passo: Concluindo o projeto

Esperamos que você chegue aqui com dúvidas e muito frio na barriga, não vou mentir. Iniciar um novo negócio pode causar muitas dúvidas; e se uma nova experiência não causa medo é porque ela não é tão nova ou tão relevante assim.

Para dar seguimento ao seu blog, é chegado o momento de investir. Você deve investir em estratégias de marketing digital para promover seu conteúdo e trazer cada vez mais público para seu blog.

No entanto, tenha em mente que o tráfego orgânico é a grande métrica para um blog, e é ela que tornará seu site monetizável sem que você precise investir ativamente.

 

Do Cursana Para Você

Copia de EMAIL MARKETING 12

O Cursana tem como objetivo ajudar a todos os usuários da internet que têm a intenção de usufruir do mundo digital como ambiente de trabalho.

Nesse artigo, apresentamos uma reflexão básica que todo empreendedor deve passar antes de se lançar no mercado, mas que muitos produtores de conteúdo esquecem de dar a devida atenção. Especialmente quando se quer lançar um blog como estratégia de negócios, ajustar seu conteúdo aos interesses de um público alvo é determinante para o sucesso.

Por isso, esperamos ter te ajudado através desse guia, e queremos

Boa sorte em sua jornada!

Amazon Coaching Grátis

Venda 25K Dólares com apenas um Produto no Amazon.

Artigos Relacionados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

sixteen + 14 =

- Ana Pereira -spot_img

Últimos Artigos

AllEscort