Como estabelecer trabalho remoto em um negócio online?

Está em busca de uma renda extra ou de um trabalho remoto, especialmente se for online? Sim? Então saiba que veio ao lugar certo! 

Hoje em dia, um trabalho remoto período pode ser muito mais do que apenas um agregador de renda: ele é também uma oportunidade gigantesca de se emancipar e ser dono do próprio negócio.

Devido a essa grande chance e as diversas vantagens que o trabalho remoto traz, como poder trabalhar do conforto de casa, fazer seu horário, ter mais segurança e menos gastos, a busca por um trabalho home office cresceu muito nos últimos anos.

Sendo assim, a competição também.

Por isso, vamos abordar aqui algumas dicas de como você pode se qualificar e idealizar um projeto pessoal, fazendo dele um trabalho remoto a curto prazo. 

Então, se conseguir se organizar a longo prazo e dedicar algumas horas do seu dia, seu projeto pessoal e trabalho remoto  podem muito bem se tornar o grande empreendimento da sua vida.

Bora para o conteúdo!?

 

Trabalhar de casa: Quais os lados positivos?

trabalho de meio período

Depois da pandemia, ficou muito evidente que o trabalho de casa tem duas vantagens muito claras: ele te permite otimizar seu tempo e estar mais seguro.

Nunca sabemos quando uma nova doença irá surgir ou quando pegaremos uma gripe ou até algo pior. No entanto, é evidente que ao estarmos em casa temos menos exposição a vírus e bactérias, o que nos permite preservar nossa saúde. 

Claro, temos os contrapontos da rotina, da falta de sol e falta de exercícios caso apenas nos mantenhamos presos em casa. Só que podemos resolver essas questões com simples atividades físicas, em casa mesmo, ou até se sairmos para dar uma caminhada ou fazer academia. 

Ainda na questão segurança, muitas cidades grandes estão se tornando perigosas devido a assaltos e acidentes de trânsito. O trabalho remoto permite que você fique longe desses fatores também.

Já em termos de eficiência de tempo, com alguma disciplina e técnicas de produtividade em casa, podemos otimizar nosso dia-a-dia e fazer os dias parecerem ter 32 horas! 

Trabalhando de casa, não precisamos pegar transporte público ou enfrentar horas de trânsito; não precisamos gastar muito tempo com interações que fazemos apenas pela educação, seja com clientes ou nossos colegas de profissão; também entramos para o nosso trabalho mais focados, pensando em realizar nossas atividades para nos vermos livres.

Se tivermos disciplina, ganhamos algumas horas todos os dias para aproveitarmos como pudermos.

 

Trabalho de casa: Quais os lados negativos?

O principal ponto negativo é a falta de socialização: temos menos costume de conversar, mesmo que sejam sobre assuntos supérfluos, mas que ainda assim fazem bastante diferença para o nosso humor e habilidades sociais.

Por isso, se não estivermos em uma pandemia, por exemplo, é altamente recomendável que você tire algumas horas do seu dia para sair de dentro de casa, buscando uma forma de interação com outras pessoas e ver o mundo.

Isso também ajudará na questão “manter a saúde corporal”, que seria o segundo ponto negativo da nossa lista.

 

Como conseguir um trabalho remoto de meio período?

Dependendo da sua profissão/formação, você pode enviar currículos e entrar em contato com empresas da sua área, e esperar que elas entrem em contato de volta.

No entanto, convenhamos: estamos passando por um momento econômico ruim e não temos garantia nenhuma de que este método será eficiente ou que gerará resultado qualquer.

Por isso, a melhor solução para conseguir um trabalho remoto que temos para lhe dar é: invista em si mesmo e comece a divulgar um negócio próprio em seu tempo livre.

Ao desenvolver habilidades digitais, você pode se tornar um freelancer de diversas áreas, principalmente do marketing digital, que é uma das maiores (se não a maior) necessidade das empresas hoje em dia.

Conheça algumas das profissões do marketing digital e comece a se desenvolver o quanto antes.

 

Por que investir em si mesmo para conseguir um trabalho remoto?

Já diziam seus pais, ou avós, ou tios, ou professores: conhecimento, ninguém te tira. Mesmo se nenhum deles disse isso até hoje, me coloco na posição de responsabilidade de abrir seus olhos: a maneira mais eficiente que temos para crescer na vida é adquirindo conhecimento nas áreas que as pessoas mais precisam de ajuda.

O marketing digital ganhou proporções inimagináveis para quem não está por dentro do assunto, mas quando a fixa cair, essas pessoas vão entender que perderam muito tempo e que precisam se atualizar com urgência. 

De agora em diante, todas as marcas terão que se lançar na internet para fazer sucesso, pois ela se tornou o maior meio de interação, seja pessoal ou profissional.

E os consumidores amam adquirir produtos pela internet devido às suas facilidades. Por isso insisto novamente: invista em si mesmo para oferecer serviços de marketing digital a partir de 6 meses, ou, no máximo, 1 ano.

Se começar agora, ano que vem você pode ter certeza: conseguirá construir algo maior do que apenas um trabalho remoto para complementar sua renda.

 

Como estudar marketing digital?

Vídeos e artigos são as formas de conteúdo mais completas que temos para estudar marketing digital. O Blog do Cursana, por exemplo, é uma grande referência sobre marketing e empreendedorismo digital, e você pode aprender sobre as principais formas de gerar renda com investimentos digitais através do nosso conteúdo.

Mas claro que não somos as únicas referências desse mercado enorme, e gostaríamos inclusive que você conhecesse os cursos que outras grandes empresas do marketing digital tem a oferecer. Todos eles gratuitos, com foco em ajudar aqueles que estão iniciando sua jornada no empreendedorismo digital.

Pessoalmente, recomendo que você faça uma auto-análise e reconheça o que você mais gosta de fazer relacionado às profissões do marketing digital (recomendamos um artigo sobre este tema no início deste texto). Gostaria de criar artigos? Vídeos? Imagens? 

Ou então, você tem mais perfil para a gestão e gostaria de administrar campanhas de marketing ou prestar consultorias sobre empreendedorismo e auxiliar as empresas a estabelecer e cumprir suas metas?

Ou, por fim, você ama dar vida a coisas novas, e deveria investir em design ou programação?

Para toda e cada uma dessas preferências, você tem um caminho diferente a traçar dentro do marketing digital.

 

O que é & Como se tornar um freelancer?

freelancer meio período

Um freelancer é aquele trabalhador que não se associa formalmente a uma empresa para prestar serviços fixos. Ele prefere trabalhar por demanda, e realiza os serviços que seus clientes solicitarem desde que as propostas lhe agradem.

Para se tornar um freelancer, você não precisa ser um expert no que faz: muitas pessoas precisam de serviços, mas não tem aporte financeiro para contratar os melhores freelancers do mercado. Por isso, elas baixam o nível de exigência para que o custo do serviço também baixe.

Portanto, você vai encontrar clientes que vão demandar menos de você, apesar do lucro ser muito pequeno nesses cenários. No entanto, quando se está começando como freelancer, seu foco nunca deve ser em atingir objetivos financeiros, mas sim se desenvolver como profissional.

Por isso, recomendo que ajuste seu mindset desde agora e já vá pensando no início da sua jornada como um investimento. 

 

Onde conseguir propostas?

Devido ao fato do trabalho freelancer ter crescido muito de proporção em demanda e oferta, várias plataformas de freelancer foram lançadas ou popularizadas nos últimos anos: 99freelas, Upwork, Fiverr, Workana, entre tantas outras.

Nessas plataformas, você cria sua conta, edita seu perfil com informações relevantes como o que você é capaz de fazer, sua formação, histórico profissional, entre outros. 

Então, as plataformas entenderão seu perfil e lhe guiarão por seus menus, normalmente indicando os segmentos que você tem capacidade para atingir às expectativas dos clientes.

Na maioria dessas plataformas, você tem um menu de demandas, onde você pode acessar os detalhes do pedido, analisar o que você pode fazer pelo usuário e enviar sua proposta, com valores, prazo e o que será feito em seu projeto.

Se conseguir convencer que você é a melhor opção, receberá seus primeiros trabalhos e avaliações dos seus clientes, e então seu perfil começará a subir.

Quanto mais trabalhos realizados e melhores forem suas avaliações, mais caro poderá cobrar para realizar os serviços. Nesses casos, ainda assim seus clientes toparão seus preços, pois acreditarão na sua qualificação.

 

A importância de um portfólio

Não vá pensando que é fácil crescer como freelancer, pois a competição é gigantesca e conseguir os primeiros clientes não é nada fácil. 

Sem um portfólio, como o seu cliente vai acreditar no seu trabalho e no seu discurso? Ele nem ao menos tem uma amostra do que você é capaz!

Por isso, quando estiver começando, recomendo que construa seu portfólio para aumentar suas chances de ter suas propostas aprovadas.

“Quê? Mas como vou criar um portfólio sendo que estou começando?”

Simples:

Lembra que recomendei que pensasse no trabalho freelancer como um investimento? Acontece que ele, na verdade, é.

Antes de sair oferecendo soluções para pessoas por aí, sem nem ao menos ter experiência profissional, você deve realizar pequenos serviços gratuitos na sua área escolhida para os seus amigos, para os amigos dos seus amigos ou para os amigos dos seus parentes.

Dessa forma, você consegue adquirir experiência, evoluir profissionalmente e juntar material para construir um portfólio. 5 trabalhos já são mais do que suficientes para demonstrar ao público que você é capaz.

Então, ao ter seu primeiro contato com os usuários das plataformas de freelance, mesmo sem avaliação alguma no seu perfil, você já terá duas coisas que importam muito para seus clientes:

  1. Um grande leque de serviços que você já realizou que comprovam que você é um profissional capaz;
  2. Que você está começando, mas que é um profissional sério, e que investe em si mesmo mais do que 90% dos seus competidores, que estarão mandando propostas sem nem ao menos ter uma amostra do que são capazes.

Se não tiver contatos para desenvolver seus primeiros projetos, procure influencers que estejam lançando desafios na sua área, ou faça projetos fictícios para grandes marcas, sempre pensando em como você pode usar as suas habilidades para melhorar os resultados da empresa para a qual estaria prestando serviços.

 

Alternativa para conseguir um trabalho remoto sem ser  trabalho freelancer

Ser freelancer parece muito legal na teoria: você se desenvolve, faz seu horário, trabalha nos projetos que quiser, com os clientes que quiser e aceita diariamente ganhar o que está ganhando. Se estiver insatisfeito, basta mexer uns pauzinhos para melhorar as condições, e pronto!

No entanto, para que você se torne um freelancer qualificado demora muito, exige muito estudo, força de vontade e até boas condições para que você consiga se estruturar e se manter enquanto ainda não depende da renda do seu trabalho como freelancer.

Ou seja, o início, principalmente, é muito difícil.

Então, gostaria de trazer outra possibilidade, também digital, e que também não envolve sair enviando currículos por aí. Essa alternativa também depende somente de você e também te permitirá ser dono do seu negócio:

Crie um e-commerce!

O que é um e-commerce?

E-commerce é o termo em inglês para “lojas virtuais”. Usamos dessa maneira porque o termo é conhecido mundialmente dessa forma, o que torna mais fácil encontrar conteúdo sobre o tópico caso o utilizemos em inglês.

A ideia de montar uma loja pode soar assustador para quem não tem experiência com empreendedorismo digital. Aluguel para armazenamento, outro para um espaço de vendas, operações caras, logística, time de vendas, etc.

Realmente: montar uma loja física é extremamente caro e complexo, demandando muita dedicação e investimento.

No entanto, essa não é a realidade de uma loja virtual, sabia? Na internet, suas operações são simples, não há a necessidade de montar um time de vendas e controle de ofertas de produtos é todo feito através de plugins e aplicativos; tudo automatizado.

Além do mais, você até mesmo tem como operar sem trabalhar com estoque ou ter que se responsabilizar pelo frete. É justamente estes benefícios que quero te mostrar aqui. 

No próximo tópico, você vai entender como um e-commerce pode ser uma solução de trabalho de meio período.

 

O que é necessário para montar um e-commerce?

home office

Tudo começa com a construção de um site. Diferentemente de um espaço para vendas físicas, em que o aluguel de um espaço para atender seu público facilmente atinge os 5 dígitos (mais de 10.000 reais), ter um site pode lhe custar menos do que 100 reais ao mês.

Para ter um site, você precisa:

 

O que é e como contratar um serviço de hospedagem?

O conteúdo de todo e qualquer site precisa estar “armazenado” em algum lugar. Por isso, precisamos de serviços que cuidarão dos dados do nosso site.

Cada texto, cada imagem, cada link… Tudo precisa ficar gravado na memória de um servidor. Você até poderia armazenar isso em um servidor local, mas a segurança seria muito menor, pois empresas de hospedagem de site tem porte para investir nas melhores soluções de segurança de dados do mercado.

Além de ficar armazenado em um local, o conteúdo de um site precisa ser acessado pela nuvem: ou seja, as informações do site precisam carregar quando o visitante acessa o endereço do site.

Sua internet seria suficiente para levar os dados do seu site até seus visitantes? Talvez. E se seu site tivesse 500 visitantes ao mesmo tempo: seria possível?

Pois saiba que grandes sites precisam lidar com mais de 1000 acessos simultâneos diariamente.

Por esses dois motivos, é preciso contratar um serviço de hospedagem para ter um site. Não temos para onde correger.

Conheça os melhores serviços de hospedagem de site e escolha o que mais se adapta a sua necessidade.

 

O que é e como obter um domínio para o seu site?

Para que o conteúdo de um site seja acessível, ele precisa estar vinculado a um endereço. Então o usuário pode usar esse endereço na barra de buscas do navegador e acessar o site em questão.

A base do endereço do seu site é o que chamamos de domínio. Todas as páginas subsequentes do site serão originadas a partir do domínio do seu site.

Por exemplo: digite “youtube.com” na barra de endereços do seu navegador e chegará na página principal do YouTube. No entanto, se realizar uma busca, o endereço muda.

Faça uma busca qualquer e observe a barra de endereços. 

Reparou que a base “youtube.com” não se alterou? Portanto, “YouTube.com” é o domínio do YouTube.

Para obter o seu, você pode obter gratuitamente ao contratar planos de hospedagem que oferecem domínios grátis.

Ou então, temos 2 opções: comprar um domínio ou pegar um de graça.

 

Por que comprar um domínio se posso obter um de graça?

Através do freenom, site que indicamos acima, você pode verificar as opções de terminação para o domínio do seu site. Escreva o nome da sua marca e realize a busca para entender.

Todas as terminações do Freenom são “esquisitas”… “.tk”, “.ml”, “.ga”. Você já viu sites com essas terminações?

O Freenom é capaz de gerar um domínio grátis a você por até um ano, mas com terminações que não passam segurança para o usuário, pois não são muito convencionais.

Mesmo que crie um site muito bom, muitos clientes terão receio de acessar seu site somente porque o endereço é esquisito.

Mas tem mais, e fica pior daqui para frente. Digamos que o nosso site, o Cursana, não existisse. Então, você teve a ideia de montar um site com este nome. Você vai no Google, pesquisa sobre o termo e não acha nada. Afinal, nessa hipótese, o Cursana não existiria, nem suas páginas das redes sociais.

Então você criou o “cursana.ml” e começou a investir nele. Depois de muito tempo lutando contra o preconceito das pessoas quanto ao seu site, finalmente você atinge um tráfego de 1000 visitas diárias, o que não é muito, mas também não é pouco. 

Então, do nada, seu tráfego começa a cair. As pessoas param de acessar seu site de vez e você não entende o porquê. Até que um dia se depara com o “Cursana.com”.

Você entende o que aconteceu? Alguém simplesmente comprou o domínio mais tradicional e te deixou para trás em autoridade. O Google gosta mais de sites “.com”, os clientes gostam mais e até você também gosta. Por isso, é muito mais fácil crescer quando se tem um domínio assim, porque é simplesmente a tradição da internet.

Na verdade, é até mais complexo que isso: .com é uma abreviação para demonstrar ao Google que seu site é voltado ao “comércio”; fazer vendas. E por isso, e-commerces terem um domínio “.com” é praticamente obrigatório.

Compre o domínio “.com” e o “.com.br” com o nome da sua marca desde o início para que não tenha surpresas negativas depois que já tiver começado a investir no seu projeto.

 

Como obter um aplicativo para criar páginas?

A verdade é que tem muitas maneiras de fazê-lo, mas como você está pensando em montar um projeto do zero e fazer dele um trabalho de meio período, siga essa sequência de passos:

  1. Contrate um serviço de hospedagem que ofereça tanto um domínio gratuito quanto a instalação do WordPress através de um clique.
  2. Instale o WordPress no seu computador e configure ele para português.
  3. Acesse o menu de plugins e instale o plugin chamado Elementor.

Dessa forma, você não gastará nenhum centavo além do seu plano de hospedagem para conseguir criar o seu site do zero, de maneira prática!

O Elementor é o melhor page builder gratuito e versao pago do mercado, então, por isso, recomendo fortemente que o utilize. 

 

O que são e como obter templates para o meu site?

Templates são modelos pré-prontos de uma estrutura gráfica. Existem templates de site, de posts de Instagram, posts de Facebook, entre vários outros.

Seu site precisa ter algumas páginas que são cruciais, como página inicial, página de venda de produtos, uma página que apresenta seus serviços e até uma para contar a história da sua empresa.

Por isso, você deve buscar por templates que tenham uma estrutura pronta para e-commerces para otimizar a velocidade para criar seu site. 

No entanto, não é qualquer template que é confiável ou funcional: alguns são pesados e demoram para carregar; outros tem erros de programação ou não são adaptados para celulares. Enfim: muitos problemas.

Por isso, fizemos uma seleção dos melhores templates do WordPress para você. Nesta lista, você encontra ótimos templates tanto gratuitos quanto pagos.

Se estiver querendo poupar ainda mais e conhecer somente os templates gratuitos, temos outra lista para você.

Depois que o template estiver instalado, basta personalizar o site e sua estrutura estará pronta!

Tudo isso gastando apenas com o serviço de hospedagem, caso você queira poupar. Já se quiser investir, também há esta possibilidade.

 

E depois? O que fazer?

Depois que seu site estiver pronto, seus gastos obrigatórios são apenas com o custo mensal que estes serviços podem ocasionar e com as campanhas de marketing digital para divulgar seu projeto.

Alguns custos adicionais que podem surgir são com programadores e designers para ajudar a criar a identidade da sua marca e uma plataforma funcional; mas de custo obrigatório, é apenas isso.

Sendo assim, nesse momento você deve estar se perguntando “Tá, mas… E como conseguir produtos para vender?”, “Como e onde armazenar? Tá faltando coisa, não?”

Entendo o estranhamento, mas te explico: 

Você não precisa de estoque se seu e-commerce operar no formato dropshipping.

 

O que é dropshipping?

Vendas digitais, sem estoque e sem administrar o frete. Basicamente, é isso!

Na prática, vendas por dropshipping acontecem quando o dono de um e-commerce forma uma parceria com um fornecedor. O dono do e-commerce fica responsável pela divulgação do produto e pelo fechamento das compras, mas não precisa se preocupar com frete e gestão do estoque.

Ao fechar uma venda, o vendedor entra em contato com o fornecedor, passa as informações sobre o cliente ao parceiro, e ele, o fornecedor, é quem fará a separação do item e a entrega.

Claro: nesse formato de venda, sua margem de lucro é menor do que se você vendesse um produto que teve de adquirir e cuidar.

No entanto, o baixo custo e o baixo risco (afinal, se não vender um item, você não terá prejuízo algum) são altamente vantajosos e atrativos para o empreendedor.

Você deve conhecer tudo sobre o dropshipping para iniciar suas operações com uma preparação impecável.

 

trabalho de meio período

Como encontrar bons fornecedores de dropshipping?

Bom, encontrar fornecedores não é a coisa mais prática, muito menos quando o assunto é dropshipping. Isto porque muitos fornecedores não investem ainda em marketing digital e não tem autoridade sobre suas operações. Portanto, seus nomes nem são constatados no Google. Essa situação acontece principalmente com fornecedores que baseiam seus negócios em apenas atuar nas localizações próximas. 

Mas nada é impossível! Além de fazer buscas no Google, você pode consumir um produto para pegar as informações do fornecedor, então entrar em contato e conversar sobre a possibilidade de fazer dropshipping.

Ou então, pode pesquisar na internet os principais fornecedores de dropshipping. Mas não sei concorda comigo, se todo mundo na internet conhece e faz parcerias com o mesmo fornecedor, fica difícil se destacar no mercado.

Afinal, nesse cenário, os custos de operações entre você e seu competidor são os mesmos e não há margem para alteração de preços. Além disso, a oferta de produtos fica idêntica.

Por isso, recomendo fortemente que conheça o Ali Dropship. Este plugin para WordPress é ótimo para conseguir fornecedores internacionais, com produtos de preço altamente competitivos e que vão se diferenciar do que outras lojas de dropshipping vendem por aí.

Além de ofertas incríveis, o plugin ainda te fornecerá materiais de divulgação sobre os produtos, como banners e textos para as campanhas de anúncio e divulgação nas redes sociais, acelerando suas possibilidades de venda.

 

Soluções digitais são as melhores formas de obter um trabalho de meio período

A este ponto, se você tem espírito empreendedor, com certeza está interessado naquilo que acreditamos serem as duas principais formas de conseguir um trabalho de meio período pela internet. 

Seja através de prestação de serviços independentemente ou lançando sua própria loja, estimamos que você conseguirá gerar renda a partir de 6 meses, mas nada o impede de se dedicar muito e reduzir esse período para 3, ou até 1 mês caso você tenha uma boa estrutura para se dedicar.

Para ter sucesso na sua jornada como empreendedor digital, não há mistério: estude, se atualize, pesquise as novidades do mercado e se dedique muito.

O Cursana se dedica diariamente para trazer soluções e conteúdo para quem está iniciando no mercado digital, para que você possa sempre estar crescendo profissionalmente como dono de um negócio próprio.

Acompanhe nosso conteúdo e coloque o que aprendeu em prática!

Boa sorte em sua jornada!

Amazon Coaching Grátis

Venda 25K Dólares com apenas um Produto no Amazon.

Artigos Relacionados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 + 3 =

- Ana Pereira -spot_img

Últimos Artigos