Produtos Físicos X Produtos Digitais: Saiba Em Qual Investir

Quem trabalha com vendas há tempos muito provavelmente está habituado(a) a vender produtos físicos, e não os digitais. No entanto, nos últimos anos, devido a ascensão da internet, produtos digitais se tornaram o grande foco de várias empresas.

Se você está procurando por um nicho e que tipo de produto vender, veio ao lugar certo. Hoje vamos abordar detalhadamente as vantagens e desvantagens de trabalhar com produtos físicos e com infoprodutos, como também são conhecidos os produtos digitais.

Em qual deles investir? Essa é a pergunta que eu gostaria de saber que você conseguiu responder após ter lido este artigo.

Vamos ao conteúdo!?

O que é um Produto Físico?

produtos físicos

Muito provavelmente você compreende este conceito: produto físico é todo aquele produto que está à venda (ou que já esteve, ou o proprietário pretende-lo a venda) e que é tangível, tocável; materializado.

Normalmente este tipo de possui produto custos de transporte e serviço: locomoção da empresa que o transportou da fábrica até o fornecedor; do fornecedor até o revendedor.

São os produtos mais vendidos no mundo, podendo ser encontrados em qualquer loja física, mercado, e, devido à internet, em e-commerces também.

Além de tudo, produtos físicos ainda podem ter o custo de armazenamento. Afinal, quando se lida com esse tipo de produto, você precisa investir em um espaço físico para estoque, controlando o fluxo de caixa e mantendo a segurança do produto. A menos, claro, que você invista em dropshipping.

Quais as Vantagens e Desvantagens de um Produto Físico?

produtos físicos

Vantagens

  • O público está mais habituado com eles, e cada vez mais familiarizado com o conceito de “comprar pela internet”. Portanto, são produtos simples de apresentar para os clientes e eles conceberem e depositarem a confiança em você, e então comprá-los.
  • São produtos que na grande maioria das vezes podem gerar conteúdo visual. Fotos e vídeos ajudam muito a demonstrar o produto para o cliente, e não só contar para ele baseado em sua opinião. Produtos físicos geram evidências empíricas.
  • Vender produtos físicos requer menor grau de especialização sobre o produto. Por não terem sido produzidos por você, o consumidor conta muito mais com a credibilidade que a marca traz do que o que o vendedor pode dizer sobre o produto. Claro, isso não é desculpa para desleixo: você deve realizar boas descrições para vender e conhecer cada item de sua loja a um nível pelo menos básico.
  • Algumas classificações de produtos físicos serão sempre necessárias, como itens de higiene, alimentação e outros consumíveis. Roupas, cobertas e itens de casa também. Mesmo que haja novos lançamentos, se a identidade da sua loja feito feita sob este tipo de produto físico, você apenas precisa que seus fornecedores estejam atualizados aos lançamentos do mercado.

Desvantagens

  • Capital inicial mais altorequerido:a menos que você faça dropshipping, custos como armazenamento e transporte sempre haverá.
  • Muitos produtos físicos possuem prazo de validade. Isso significa que se você não vender em certo período, terá prejuízos.
  • Sazonalidade: certos produtos só vendem em uma certa época do ano, como roupas, que dependem se a temporada é fria ou quente. Também, existem produtos especiais que só vendem em grandes feriados, como canecas especiais para dia dos pais, panetones para o natal e ovos de páscoa. Caso não liquide seu estoque nessas épocas, terá prejuízo.
  • Risco de roubo: produtos físicos dependem da segurança e do transporte, então dependendo da localidade onde você montar seu negócio, terá que ser discreto e investir em seguro.

Produtos físicos também são tradicionalmente vendidos em lojas físicas. Caso este seja um dos seus planos, tenha em mente que além do armazenamento e transporte, também terá o custo da capacitação da sua equipe e seus salários a serem pagos mensalmente.

O que é um Produto Digital?

produtos digital

Produtos digitais também são chamados de infoprodutos. Eles existem somente no meio digital e precisam ser acessados através de computadores ou dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Exemplos de produtos digitais seriam:

  • e-books
  • cursos EAD
  • videoaulas
  • podcast
  • conteúdo premium para blogs
  • mentorias

São comumente comercializados na internet e é onde mais fazem sucesso. No entanto, estamos vendo também locais físicos que também estão realizando vendas de aulas digitais devido a pandemia, portanto não estranhe caso este tipo de produto venha a ser oferecido em vários pontos físicos pelos próximos anos.

Como pôde perceber, produtos digitais estão bastante relacionados à área da educação e capacitação. Eles são comumente utilizados, portanto, como estratégias de marketing de conteúdo.

Quais as Vantagens e Desvantagens de um Produto Digital?

5

Vantagens

  • Custo inicial baixo: normalmente o custo para inicial é bem baixo, podendo até mesmo demandar somente o tempo do criador do conteúdo para ser comercializado.
  • Não ocupam espaço físico, e mesmo para um computador, o peso dos arquivos de ebooks e vídeos costumam ser irrelevantes para a capacidade de HDs e SSDs.
  • Podem ser armazenados em nuvem, portanto são livres de risco de extraviação ou perda por danificação de equipamentos
  • Estoque infinito: uma vez criado um conteúdo, você possui cópias infinitas deste. Enquanto houverem pessoas interessadas, você estará vendendo sem custos adicionais.
  • Não possuem prazo de validade definido: um conteúdo não estraga ou se decompõe. O máximo que pode acontecer é ele ficar ultrapassado. Assim, você terá que rever alguns conceitos. Na maioria das vezes, poucas modificações mantêm seu conteúdo atualizado.
  • Não depende de transporte: Apenas com a conexão da internet todos os seus clientes podem receber instantaneamente seu conteúdo.

Produtos digitais também geram algumas possibilidades interessantes para quem os cria, como:

  • Ser um nômade digital: Tanto faz se você cria conteúdo do Brasil ou da China; o público que irá te encontrar é aquele que fala a língua na qual você divulga seu infoproduto. Você pode morar onde quiser/puder e ainda ser exercer seu trabalho.
  • Reconhecimento profissional: sites e blogs da sua área podem gostar do conteúdo do seu curso e lhe convidar para inúmeros projetos que serão tão lucrativos ou ainda mais do que sua plataforma de cursos, blog ou e-commerce. Você pode se afiliar a marcas e aumentar drasticamente o número de pessoas que o seu conteúdo pode atingir.

Desvantagens

  • Requer alto grau de especialização: você não pode criar um curso, ebook ou qualquer outro tipo de conteúdo caso não tenha conhecimento da área. Você terá que ter conhecimento ou experiência com uma certa área, para depois tentar se tornar uma referência ensinando sobre ela.
  • Conhecimento digital: é crucial que você invista em capacitação nas mais diversas áreas digitais. Conhecer plataformas de divulgação, estratégias de marketing digital, uso de mídias e canais de comunicação e muito mais.
  • Alta competição: em um investimento local, seus competidores mais fortes estão próximos a você. Na internet, todos aqueles que alvejarem um público alvo igual ou parecido com o seu geram competição. Acredite, este número é gigantesco.
  • Risco de Plágio: Nada garante que seu conteúdo não será descaradamente copiado ou desmascaradamente reutilizado. Sua competição estará utilizando seus infoprodutos contra você, e raríssimas serão as vezes em que você poderá provar que o conteúdo não é legítimo para levar o caso à justiça.
  • Dificuldade com imprevistos e problemas técnicos: a entrega de um produto digital normalmente está associada a processos automatizados, como o envio de um email com um anexo, por exemplo. Diversos erros podem acontecer e seu cliente não receber ou somente não estar encontrando seu conteúdo, e você terá que prestar suporte.
  • Caso não queira prestar suporte você mesmo, deverá contratar uma equipe para tal.

Produtos Físicos X Produtos Digitais, em qual investir?

Não há resposta objetiva e absoluta para este dilema, infelizmente. Não há o produto melhor, ou mais lucrativo.

Então, para saber em qual deles investir, você deverá refletir sobre o seu background profissional e decidir.

Reflita sobre suas capacidades, sobre seus conhecimentos. Olhe para o seu currículo e pense: você está pronto para oferecer um conhecimento que muitas pessoas precisam, mas ainda não sabem? Se não estiver exatamente pronto, em pouco tempo de capacitação você já poderá desenvolvê-lo?

Ou a melhor opção é investir no clássico produto físico, que demandará menor tempo para que você se habitue as vendas na internet, e acabará tendo mais lucro desta forma?

Além das suas capacidades, seus interesses e realizações pessoais são cruciais na sua decisão. Mesmo que dê mais trabalho, não seria incrível se tornar uma referência em um nicho e ajudar inúmeras pessoas a se encontrar em sua carreira profissional?

Se você tem este tipo de sonho/vontade, você deve sim investir em produzir produtos digitais.

Você até mesmo vir a fazer os dois. Começar um e-commerce com produtos físicos, investir em auto capacitação e começar a produzir um infoproduto paralelamente.

Mas e aí!? Está pelo menos mais perto de responder àquela pergunta, tão crucial, lá do início do artigo?

Amazon Coaching Grátis

Venda 25K Dólares com apenas um Produto no Amazon.

Artigos Relacionados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

seventeen + fifteen =

- Ana Pereira -spot_img

Últimos Artigos

AllEscort