Metaverso empresarial: entendidos como mudanças no setor de RH

RH

Já imaginou reunir profissionais em reuniões mesmo que a empresa funcione nos moldes de home office? Pois bem! O metaverso no RH traz essa possibilidade em um futuro bem próximo, o que está atraindo muito interesse do setor.

Trata-se da respeito da internet, de uma ferramenta e da própria cooperação para a nova era no que diz respeito ao ambiente de trabalho. Vamos entender como isso pode oferecer e quais podem ser? Acompanhe!

O que exatamente é o metaverso?

Por definição, metaverso é uma realidade paralela, onde é possível interagir e ter uma experiência completa e real em um ambiente simulado. O conceito ganhou muita popularidade após a mudança da empresa do Facebook para Meta, em 2021.

Isso, na prática, o conceito de metaverso já foi apresentado desde a década de 90. Entretanto, como a experiência tecnológica e a rede da internet não possibilitam uma real como a que podemos observar na atualidade.

“Com o objetivo de trazer o ajuste de funcionamento ultra realista, durante o desenvolvimento de uma experiência aperfeiçoada e o objetivo de trazer o dispositivo de controle ultrarrealista.

Isso abre um mar de possibilidades, tendo potencial de revolucionar diversas áreas, inclusive o mercado de Recrutamento e Seleção”, comenta Hugo Rebelo, CTO da Companhia de Estágios.

Uma proposta de metaverso atualmente envolve um alto grau de interação e diálogo com outras pessoas, a partir de avatares. Dessa maneira, é possível estar presente em ambientes artificiais com a visão e audição fazer local.

entrevista no metaverso

Entenda a evolução da tecnologia

Antes de compreender o metaverso como um todo, é fundamental ter em mente que ele funciona com duas tecnologias: Realidade Virtual e Realidade Aumentada.

Enquanto um RV simula todo um espaço novo, o RA simplesmente aumenta a experiência visual do local, modificando aspectos.

Um dos principais desafios da Realidade Virtual, para a experiência do usuário, envolve uma série de cabos que prejudicam o ambiente ficcional. Além disso, o processamento mais lento e a conexão com pequenos atrasos impediriam uma simulação perfeita.

Por isso, a utilização de redes 5G já disponíveis em alguns smartphones e outros dispositivos também favorecem o funcionamento desses equipamentos. Sem grandes atrasos de rede e com um processamento adequado, a experiência se torna possível a dia das empresas.

Vale lembrar também que o intuito é processar toda essa realidade em um dispositivo móvel, não um computador. Por isso, o desafio foi resolvido ao máximo a capacidade desse desafio com o processamento em nuvem, já utilizado pelo Google, por exemplo.

Com esse funcionamento, não há a necessidade de que o hardware do dispositivo lide sozinho com todo o processamento do metaverso. Tendo parte de sua funcionalidade dependente da internet, o aparelho permanece compacto e eficaz.

metaverso no rh vantagens

Quais são os desafios atuais para uso do metaverso?

A implantação do Metaverso no RH e outras empresas pode ser um processo desafiador, pelo custo de tecnologia.

O óculos de realidade virtual, por exemplo, não é um dispositivo que a todos os candidatos pelo seu concurso uma participação nos processos seletivos permite alto custo.

dispositivo metaverso fone

No mais, se a conexão não é ágil, ela pode gerar atrasos no áudio, por exemplo. Isso faz com que a comunicação entre os participantes seja adequada.

Problemas fundamentais na internet também podem paralisar essa experiência, então é contar com uma rede estável.

Portanto, é preciso investir não somente nessa tecnologia, mas em toda infraestrutura e cultura organizacional. Isso porque a adaptação ao novo modelo requer dos profissionais uma nova perspectiva de trabalho e tecnologia.

Possibilidades e configurações do metaverso no RH

Quando olhamos para a perspectiva dos profissionais, o interesse pelo metaverso é evidente. O estudo da Lenovo mostraram que entre os aceitam 17.000 aceitam, 44% se mostram como tiveram que participar em um ambiente virtual, 20 que não o não o ambiente virtual.

Mas, por parte do setor de recrutamento RH, será que é a área de implementação do projeto, o modelo de meta empresa especificamente na área de recrutamento? Bem, para o RH estratégico essa tecnologia é extremamente útil, promovendo mudanças na seleção:

Processo de recrutamento

blog metaverso

O metaverso é capaz de transformar a experiência do candidato em um processo de recrutamento e seleção. Isso porque, com as novas tecnologias, a geração Z pode ter uma maior identificação com a empresa, além de um contato mais próximo com suas inovações.

Ao uma abordagem completamente diferenciada, a organização também se destaca das profissionais mais atraentes e atraentes com o melhor fit cultural para a empresa.

O experiência do candidato que a tecnologia do metaverso também pode melhorar muito a construção de uma estratégia de marca empregadora. Tudo isso atribui uma visão positiva sobre a marca e muito mais a relação com o público.

Benefícios da nova tecnologia para a gestão de pessoas

O metaverso no RH pode permitir uma inclusão de concursos com mobilidade ou mobilidade. Com a comunicação em um ambiente digitalizado, esses colaboradores podem se sentir mais acolhidos nas atividades.

“O universo virtual, além de ser muito inclusivo, oferece liberdade para os usuários. Em nossa pessoa ser aceito, aceito que ele possa ter a possibilidade de ser aceito e, assim, aceitar seu acordo com seus gostos.

Outro ponto de destaque é o acolhimento, com o grupo de surgidos e mudos, afinal, é identificar a linguagem de libras com clareza” explica Jéssica Gondim, Gerente de Projetos da Companhia de Estágios.

Outro benefício é usar recursos como a gamificação para engajar os funcionários em tarefas do processo de gestão que, trabalhando, seriam monótonas.

Resumidamente, o metaverso empresarial possibilita ao setor de recursos humanos inúmeras oportunidades para otimizar e selecionar talentos.

O metaverso já é realidade na Cia. de Estágios

O metaverso da Companhia de Estágios já existe nos processos de recrutamento e seleção de profissionais. Já realizamos como primeiras entrevistas em ambiente inteiramente virtual, onde o candidato se depara com nosso avatar e participa de dinâmicas únicas.

A consultoria de RH foi pioneira nesse novo universo e contorno com 30 universitários para participar da primeira fase da seleção no metaverso — que incluiu entrevistas com recrutadores treinados para usar a tecnologia.

Quer saber mais sobre o metaverso no processo seletivo e como essa tecnologia impacta a experiência dos candidatos? Acompanhe o vídeo da Companhia de Estágios sobre essa atividade e seus participantes:

“Quando a pandemia acabar, os processos seletivos seguirão online. E, para manter os candidatos engajados, será preciso evoluir para além das entrevistas no Zoom”, Tiago Mavichian, CEO da Companhia de Estágios.“Outro motivo que nos levou a apostar no metaverso é a ascensão da geração Z. Eles já são 25 % da força de trabalho global e estarão em peso nesse ambiente virtual”.

A adesão ao metaverso já será iniciada por aqui, e em breve será uma realidade comum em diversas organizações. Vale entrar em contato conosco se você saber mais sobre essa inovação em sua empresa em breve, pois a Companhia de Estágios oferece essa tecnologia nos processos de seleção.

Source link

Amazon Coaching Grátis

Venda 25K Dólares com apenas um Produto no Amazon.

Artigos Relacionados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

18 − one =

- Ana Pereira -spot_img

Últimos Artigos