Crie Seu Blog

“Inovação requer ousadia e empenho”

Por que criar um blog?

Antes de dar qualquer dica, temos que falar sobre o que um blog pode significar para uma pessoa. O Cursana é para mim a maneira mais eficiente de realizar o meu sonho de poder ajudar um grande número de pessoas através do conhecimento que adquiri ao longo da minha carreira; é a chance de tornar a minha história algo memorável e que pode levar inspiração para as próximas gerações.

Blogs não são meros sites onde fazemos posts, propagandas, vendemos produtos e tentamos atrair leitores a qualquer custo. Ser blogger é querer encantar e adicionar nas vidas de quem dedica parte do tempo para visitar e ler o conteúdo de um endereço específico; é ter a vontade de se tornar grande, mas ainda assim estar extremamente feliz ao ver que um leitor se tornou ainda maior do que você, e o seu papel foi crucial nessa trilha.

Quais os benefícios de criar um blog?

Claro, um blog não precisa ter o mesmo significado para você como tem para mim. Além das questões pessoais e filosóficas, os blogs trazem inúmeros benefícios para os escritores relacionados a áreas mais palpéveis como finanças, qualidade de vida e até fatores psicológicos como a autoestima.

Confira abaixo uma lista grande, porém incompleta, dos benefícios de criar um blog.

  • Promove conhecimento para você e seu público
  • Adiciona ou compõe integralmente na renda
  • Abre inúmeras portas para novos relacionamentos (comerciais ou pessoais)
  • Aumenta a sua autonomia, tanto pela busca de conhecimento quanto pela execução de tarefas
  • Flexibiliza a sua rotina, aumentando sua qualidade de vida
  • Expande o alcance das suas palavras para o mundo
  • Lhe permite ajudar muitas pessoas de maneira prática
  • Aumenta sua intelectualidade
  • Lhe torna dono do próprio negócio
  • Lhe permite publicar livros

Como criar um blog?

Diferentemente de tutoriais práticos e até bem descritos, mas que não focam em guiar o leitor por todo processo de criar um blog, aqui o foco não será no passo a passo de como instalar o WordPress ou quais as diferenças entre wordpress.com e wordpress.org. Você pode conferir esses detalhes em outras páginas do nosso blog.

Nessa seção o foco é entender os requerimentos prévios; a parte essencial do processo. Afinal de contas, qualquer um pode baixar e instalar um programa/aplicativo, não é mesmo? No entanto, conhecer tanto os caminhos que precisam ser traçados para atingir o sucesso quanto dominar o conhecimento sobre suas próprias capacidades e conhecimentos é a parte que mais faz a diferença na hora de administrar o seu blog. Vamos abordar, então, o que é necessário para começar a idealizar o seu projeto.

Primeiro passo: Não, o primeiro passo não é registrar um domínio ou contratar um serviço de hospedagem!

Para que você possa estar pensando sobre as questões funcionais do seu blog, muita reflexão já deve ter sido feita antes. Contratar um serviço é assumir um compromisso de investimento, e como você é o administrador do seu blog, o investimento é em si próprio. Se você não souber como utilizar esse recurso, para que investir então?

O primeiro passo é conhecer a si mesmo. Quais os assuntos que você gosta de falar? Quais tópicos você consome diariamente? Sobre o que você já tem conhecimento?

Responda a essas perguntas e você terá um primeiro direcionamento para a identidade do seu blog. Se não tiver facilidade para respondê-las, comece a fazer o teste em seu dia-a-dia: Anote o tempo que você passa lendo, estudando, pensando, […]. Não há como prosseguir sem se conhecer, pois essa é a base para criar o seu nicho. Se você está procurando montar um blog para a sua empresa, teoricamente este processo é simplificado, pois você já tem esses questionamentos mais evidentes em sua mente. 

Segundo passo: Escolha o seu nicho

O seu nicho tem duas perspectivas: Uma centrada em você, produtor de conteúdo, e outra voltada direto ao seu cliente, que formará a sua persona. Mas vamos dar um passo de cada vez.

Para definir seu nicho, não pense que você precisa ser um especialista no assunto desde o início. Você, conforme descrito no primeiro passo, precisa ter uma grande familiaridade com o assunto, mas poderá ir construindo conhecimento ao longo do processo. Sendo assim, decida o seu segmento geral e crie títulos, roteiros, esboços e tudo o mais. Essas serão possibilidades de conteúdo que você poderá criar logo de cara.

Por exemplo: Futebol. Eu adoro futebol e entendo muito sobre as regras do jogo, mas conheço pouco sobre a parte tática. Alguns temas que já posso escrever são: Linha de impedimento, utilização do VAR, substituições, […]. Pronto, você já tem uma linha de início dentro do seu segmento geral.

Mesmo que você seja um especialista, é crucial que busque conhecimento e referências para se manter atualizado. A qualidade da sua informação diz muito sobre a qualidade do seu conteúdo, portanto evite tropeços ao máximo!

Ainda dentro do segundo passo, a próxima etapa é terminar de definir o nicho. Com o seu segmento geral sendo “futebol”, como no exemplo, você teria inúmeras possibilidades de tópicos. Apesar disso, a sua especialidade, neste caso, é em “regras do jogo”. Pelo caráter técnico que essa especialização tem, o público que você conseguir atrair através do conteúdo publicado relacionado ao seu conhecimento terá interesse em aspectos técnicos do futebol, necessariamente. Você não pode iludir o seu público de que em seu blog terão conteúdos sobre regras, e, do nada, você começar a escrever reviews de chuteiras,  por exemplo.

Portanto, você deve especificar o assunto do seu blog e coordenar seus posts apropriadamente à área escolhida. Pense em que outros aspectos técnicos do futebol você poderia falar e crie uma associação. Saindo do exemplo, seja lá qual for a sua especialidade, encontre os pontos em comum entre a sua segmentação de nicho e as outras possibilidades para então montar a identidade do seu blog. Ao realizar este passo, você estará gerando um perfil de público fiel, que lerá seus posts sempre que tiver conteúdo novo. Sendo assim, você poderá medir e compreender sua audiência, formando o que chamamos de Persona.

Uma dica muito útil para estabelecer o seu nicho é utilizar a ferramenta de pesquisa de palavras-chave do google para compreender quais áreas possuem procura. Você pode executar essa busca tanto antes quanto depois de começar o seu blog, mas tenha sempre em mente que a extensão do seu nicho é proporcionalmente adaptável aos volumes de buscas realizados pelos usuários em ferramentas como o Google, o Bing e o Yahoo.

Terceiro Passo: Pondo a mão na massa

Agora que você já tem total conhecimento sobre suas capacidades e preferências e também já tem uma boa ideia sobre qual área atuar, a sua decisão de fazer um investimento ou não em um blog já deve estar muito mais evidente: Se seus tópicos estão definidos ou próximos a isso, basta puxar o gatilho e dar início a sua nova aventura.

Porém, se você ainda tem dúvidas sobre seu nicho mesmo tendo uma idealização de nicho em mente é porque você ainda tem dúvidas. Sendo assim, recomendo que você execute um estudo minucioso sobre os tópicos que você escolheu. Utilize a ferramenta Google Keywords para conhecer o volume de pesquisas e a concorrência de cada tópico que você quer abordar. Mesmo que a concorrência seja alta em sua área, lembre-se que quando o conteúdo e a apresentação são boas, o destaque vem naturalmente. Se você se dedicar, conseguirá se destacar mesmo em áreas tão disputadas quanto o marketing digital, como é o caso do Cursana.

Concluindo o processo

Esperamos que você chegue aqui com dúvidas e muito frio na barriga, não vou mentir. Iniciar um novo negócio pode causar muitas dúvidas, e se uma nova experiência não causa medo é porque ela não é tão nova, ou não tão relevante assim.

Para dar seguimento ao seu blog, é chegado o momento de investir. Confira aqui as diferenças entre wordpress.org e wordpress.com para tomar a melhor decisão em qual dessas modalidades utilizar. Também recomendo que você conheça o serviço que irá contratar, e aqui você poderá encontrar as melhores ofertas do mercado. Através do E-book “Guia do Blogueiro Iniciante” você poderá criar o seu blog por definitivo de maneira muito completa e objetiva.

Utilize o máximo de recursos para compor a sua formação tanto como produtor(a) de conteúdo da sua área quanto como blogueiro(a) para buscar as posições de destaque, se tornando referência no seu nicho.

Cursana Para Você

O Cursana tem como objetivo ajudar a todos os usuários da internet que têm a intenção de usar o mundo digital como ambiente de trabalho. Neste artigo lhe apresentamos uma reflexão básica que todo empreendedor deve passar antes de se lançar no mercado, mas que muitos produtores de conteúdo esquecem de dar a devida atenção. Sem este guia básico e o despertar de um autoconhecimento verdadeiro não há como se tornar uma referência no mercado.

Siga as nossas dicas e acompanhe mais posts para complementar o seu conhecimento.

Boa sorte em sua jornada!